12:40 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    7372
    Nos siga no

    Tribunal na Venezuela condena a 20 anos de prisão dois norte-americanos envolvidos em tentativa de invasão marítima.

    Em maio deste ano, foi informado que um tribunal da Venezuela acusou Luke Denman e Airan Berry "por supostamente cometerem crime relacionado a terrorismo e posse ilegal de armas".

    O procurador-geral da Venezuela afirmou que Denman e Berry confessaram que participaram de atos criminosos. A procuradoria considerou ambos culpados.

    ​Ditos senhores admitiram ter participado de delitos de conspiração, associação, tráfico ilícito de armas de guerra e terrorismo tipificados no Código Penal: pelos quais foram condenados à pena de prisão de 20 anos e 9 dias. A audiência continua com outros envolvidos.

    Em 3 de maio o Ministério das Relações Exteriores da Venezuela anunciou que foram evitadas invasões marítimas de combatentes colombianos, vindos em lanchas rápidas do estado de Guajira.

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que o incidente incluía um plano para seu assassinato. Segundo o mandatário, os dois norte-americanos seriam membros da equipe de segurança pessoal do presidente norte-americano.

    Outras 34 pessoas permanecem detidas por envolvimento na tentativa de invasão, de que Washington e Bogotá negam ter participado.

    Mais:

    Venezuela acusa opositor de tramar incursão contra Maduro da sede do governo espanhol em Caracas
    Venezuela: Maduro expulsa embaixadora da União Europeia
    Guarda Nacional da Venezuela apreende avião do narcotráfico com siglas dos EUA (FOTOS)
    Tags:
    sentença, tribunal, terrorismo, Colômbia, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar