20:56 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    151812
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que generais norte-americanos acreditam que a grande explosão ocorrida nesta terça-feira (4), em Beirute, capital do Líbano, foi causada por uma bomba.

    Conforme publicou a agência Reuters, Trump fez a declaração durante entrevista coletiva e afirmou que tomou opiniões de generais do alto escalão da Defesa dos EUA.

    "Eu me encontrei com alguns grandes generais e eles pareceram sentir que esse não é nenhum tipo de evento industrial", disse Trump durante a coletiva nesta terça-feira (4), acrescentando que acredita que "foi algum tipo de bomba".

    Trump ainda descreveu a explosão como um "ataque terrível" e disse que os EUA estavam prontos para ajudar o Líbano.

    Em Beirute, pessoas feridas fogem entre carros após explosão na capital libanesa, em 4 de agosto de 2020.
    © AP Photo / Hassan Ammar
    Em Beirute, pessoas feridas fogem entre carros após explosão na capital libanesa, em 4 de agosto de 2020.

    Apesar da declaração, ainda não há informações oficiais do governo libanês que apontem que a explosão foi algum tipo de atentado. O Líbano tem vivido tensões políticas internas ao longo dos últimos meses que abalaram o país, com protestos de massa tomando as ruas contra o governo em meio a confrontos com forças de segurança.

    Mais cedo, o governo de Israel negou qualquer envolvimento com a explosão. Recentemente, tensões entre o país judeu, a Síria e grupos do Líbano estão elevadas na região. O premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, chegou a emitir um alerta endereçado aos governos dos dois países ainda em julho deste ano.

    Destruição, mortos e milhares de feridos

    A explosão de grandes proporções foi registrada mais cedo nesta quarta-feira (4), em Beirute. Segundo as autoridades locais, ao menos 73 pessoas morreram e mais de três mil ficaram feridas.

    Em Beirute, dois homens caminham no local de uma grande explosão ocorrida na capital libanesa em 4 de agosto de 2020.
    © REUTERS / Mohamed Azakir
    Em Beirute, dois homens caminham no local de uma grande explosão ocorrida na capital libanesa em 4 de agosto de 2020.

    A onda de impacto da explosão causou destruição em uma larga extensão da região portuária da capital libanesa e ouvida a dezenas de quilômetros de distância. As causas do incidente seguem sob investigação.

    Mais:

    Manifestantes tomam ruas de Beirute em protesto contra governo libanês (VÍDEO)
    Em meio a tensões, Netanyahu emite alertas para Irã, Síria e Líbano
    Forte explosão em Beirute deixa dezenas de mortos e milhares de feridos (VÍDEOS, FOTOS)
    Brasileiros em Beirute relatam 'medo de guerra' e sensação de terremoto após explosão, diz mídia
    Tags:
    Donald Trump, EUA, Líbano, Beirute
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar