00:36 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    636
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, anunciou a concessão de US$ 200 milhões (R$ 1,13 bilhão) para ajudar ainda mais a população e refugiados da Venezuela.

    "Estamos proporcionando mais de US$ 200 milhões como assistência adicional do Departamento de Estado, Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional [USAID, na sigla em inglês] e Fundação Interamericana [IAF, na sigla em inglês], incluindo mais de US$ 138 milhões [R$ 785 milhões] em ajuda humanitária, para venezuelanos necessitados", declarou Pompeo.

    O chefe da diplomacia norte-americana salientou que o suporte "inclui apoio humanitário crucial para os venezuelanos dentro da Venezuela, assim como apoio humanitário e de desenvolvimento para aqueles que fugiram para países da região e para as comunidades que os acolhem".

    Pompeo declarou que os Estados Unidos proporcionaram desde o ano fiscal de 2017 mais de US$ 856 milhões (R$ 4,87 bilhões) para mitigar a crise humanitária na Venezuela, incluindo quase US$ 611 milhões (R$ 3,47 bilhões) em ajuda humanitária. Além do mais, 16 nações da região, agregou o diplomata, também se envolveram nessa ajuda, abrindo suas portas para venezuelanos necessitados.

    O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados calcula que mais de quatro milhões de venezuelanos deixaram seu país desde o final de 2015.

    O governo venezuelano nega estas cifras, ainda que não tenha dado detalhes precisos de quantos cidadãos deixaram seu território nos últimos anos.

    Mais:

    Venezuela reivindica que Banco da Inglaterra devolva mais de US$ 1 bi em ouro, noticia Reuters
    Departamento de Estado dos EUA aprova venda de mísseis Javelin para Ucrânia
    De invasão externa a crise dos refugiados: especialistas estimam cenários de fim de Kim Jong-un
    Tags:
    economia, auxílio, refugiados, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar