18:28 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    460
    Nos siga no

    Venezuela apresentou ante as Nações Unidas os planos militares organizados e financiados pelos governos da Colômbia e dos EUA.

    O ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, anunciou na quarta-feira (13) que a Venezuela denunciou ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e ao Conselho de Segurança "as contínuas ações intervencionistas" dos EUA contra a nação sul-americana.

    O chanceler venezuelano se referia à incursão armada marítima "de grupos de mercenários que foram organizados, treinados e financiados pelos governos da Colômbia e dos EUA", ocorrida no dia 3 de maio na costa do estado de La Guaira.

    ​Venezuela denuncia ao Conselho de Segurança da ONU as reiteradas ações intervencionistas dos EUA. Desta vez, produto da incursão de grupos de mercenários que foram organizados, treinados e financiados pelos governos da Colômbia e dos EUA.

    Por sua vez, o embaixador da Venezuela ante a ONU, Samuel Moncada, garantiu que a denúncia destaca o atentado ao presidente Nicolás Maduro e a outros altos funcionários do governo bolivariano.

    Moncada enfatizou que a tentativa de incursão tinha como objetivo "destruir o sistema de direitos e liberdades da nossa nação independente e soberana, impondo um regime violento de pilhagem colonial nunca antes visto na nossa história", informa portal Telesurtv.

    ​Venezuela denuncia ao Conselho de Segurança e ao secretário-geral da ONU ataque armado terrorista apoiado por governos de [Donald] Trump e [Iván] Duque usando mercenários na Colômbia. Um crime de agressão contra os venezuelanos.

    Na semana passada, Nicolás Maduro anunciou que mercenários faziam parte de uma tentativa de golpe contra o governo venezuelano, que foi ordenada pelo presidente dos EUA, Donald Trump, e executada pela Agência Antidrogas (DEA) dos EUA, com apoio do governo colombiano.

    Mais:

    Trump nomeia embaixador na Venezuela após negar envolvimento dos EUA em incursão fracassada
    Venezuela acusa 2 norte-americanos de terrorismo por participação em incursão frustrada no país
    Operação Gideon: nova tentativa de golpe dos EUA contra a Venezuela?
    Tags:
    ONU, Nicolás Maduro, Colômbia, mercenários, EUA, agressão armada, incursão, Venezuela, Jorge Arreaza
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar