18:52 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Avanço da pandemia de COVID-19 em meados de maio (112)
    2133
    Nos siga no

    Mais crianças nos EUA foram diagnosticadas com síndrome do choque tóxico ou doença de Kawasaki, provavelmente relacionada à infecção por coronavírus, fenômeno já verificado em outros países.

    Três crianças – de três meses a 14 anos de idade – foram internadas em um hospital pediátrico do estado norte-americano do Connecticut, apresentando inflamação aguda das amídalas, dor no peito e abdômen, e outros sintomas que são extremamente incomuns para o coronavírus.

    Não sofrem, contudo, de quaisquer problemas respiratórios. Os médicos monitoram a situação e exortam todos os pais do estado a ficarem mais atentos a qualquer tipo de reclamação dos filhos sobre como se sentem, reportou o jornal Connecticut Post.

    O governador do estado, Ned Lamont, foi alertado para os casos por Albert Ko, professor de Epidemiologia da Faculdade de Medicina da Universidade Yale, e relatou o sucedido em sua conta no Twitter.

    Andrew Cuomo, governador do estado de Nova York, informou já na semana passada que muitas crianças diagnosticadas com doença de Kawasaki tiveram testes positivos para anticorpos contra o coronavírus, tendo três delas falecido. Outros 73 casos estão sob observação.

    Por sua vez, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, já havia alertado que havia sido diagnosticada a mesma síndrome do choque tóxico em 15 crianças da cidade.

    Nova fase da pandemia?

    A doença de Kawasaki é uma rara vasculite de vasos medianos, podendo a inflamação dos vasos sanguíneos ter origem infecciosa.

    O fato de os pacientes terem acusado anticorpos contra o novo coronavírus e já haver casos similares em outros países faz com que as autoridades temam que se possa estar entrando em uma nova fase da pandemia, que atinge crianças, até aqui consideradas de baixo risco para o vírus.

    "Esta é a última coisa de que precisamos neste momento", desabafou Cuomo, citado pelo US Today.

    Tema:
    Avanço da pandemia de COVID-19 em meados de maio (112)

    Mais:

    Crianças poderiam transmitir menos o coronavírus que os adultos, adiantam cientistas
    Crianças podem espalhar o coronavírus por mais tempo do que adultos, diz acadêmico russo
    Propagadoras 'invisíveis' do coronavírus: quais são os efeitos da COVID-19 em crianças?
    Tags:
    sintomas, pandemia, doença, EUA, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar