15:53 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    658
    Nos siga no

    O secretário interino da Marinha dos EUA, Thomas Modly, anunciou o afastamento do capitão Brett Crozier do comando do porta-aviões USS Theodore Roosevelt, cuja carta sobre o surto de coronavírus a bordo chegou à imprensa.

    Durante entrevista coletiva, Modly disse que a situação com o coronavírus era insuportável para o capitão, ele estava "sobrecarregado" e que a melhor saída seria dispensá-lo do seu posto.

    "Perdi a confiança na sua capacidade de liderar aquele navio de guerra enquanto continua a lutar contra este vírus, a pôr a tripulação saudável para que possa continuar cumprindo seus requisitos de segurança nacional", disse o secretário interino.

    Modly também observou que o aparecimento de tais cartas na mídia dá a impressão de que as forças navais americanas estão em pânico.

    "Isso prejudica os nossos esforços - e os esforços da hierarquia de comando - para resolver este problema e cria um pânico e a percepção de que a Marinha não está trabalhando, [de que] o governo não está trabalhando, e isso não é verdade", complementou.

    Apelo de socorro

    O comandante de operações navais da Marinha dos EUA, almirante Michael Gilday, apoiou a decisão de afastar Crozier, utilizando a formulação padrão "por perda de confiança".

    Em recente carta enviada ao comando, o capitão pediu ação urgente para combater a epidemia no navio e evacuar 4.000 militares.

    USS Theodore Roosevelt
    © AFP 2020 / Brad GARNER
    USS Theodore Roosevelt

    O secretário interino informou que cerca de 100 efetivos a bordo do porta-aviões USS Theodore Roosevelt foram infectados, com o comando da Marinha planejando enviar para terra 2,7 mil tripulantes. A maioria das tropas ficará em quarentena em quartos de hotel na ilha de Guam, noticiou o Wall Street Journal.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)

    Mais:

    Marinha dos EUA evacua 1.000 militares de porta-aviões nuclear devido ao coronavírus
    Casos de COVID-19 relacionados a militares dos EUA ultrapassam os 1.600
    Mídia revela rápido aumento de casos da COVID-19 a bordo de porta-aviões dos EUA
    Tags:
    infectados, COVID-19, novo coronavírus, USS Theodore Roosevelt, Marinha dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar