13:01 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (498)
    6422
    Nos siga no

    O embaixador da Rússia nos EUA, Anatoly Antonov, expressou repúdio às informações da organização não governamental Human Rights Watch (HRW) sobre a gestão do coronavírus em seu país.

    "Instamos o diretor da HRW [Kenneth Roth] a não desinformar seus leitores em Nova York e no mundo inteiro sobre os esforços do governo russo na luta contra o coronavírus", divulgou o representante russo na página no Facebook da embaixada russa nos EUA.

    Anteriormente, o diretor da ONG norte-americana divulgou, via Twitter, que as autoridades russas não faziam nada para evitar que pessoas com alto poder aquisitivo comprassem ventiladores médicos, que poderiam faltar para o restante da população.

    ​O governo de Putin não está fazendo nada para impedir que russos ricos comprem ventiladores médicos e construam clínicas privadas em suas casas, em caso de pegarem COVID-19, deixando russos comuns com uma possível falta de equipamento essencial para salvar vidas.

    Antonov recordou que a Rússia tomou medidas oportunas que permitiram ao país euroasiático enfrentar a pandemia de maneira mais eficiente que outros países.

    O embaixador recomendou que Roth receba informações de fontes confiáveis.

    "Hoje mais que nunca é importante unificar os esforços da comunidade internacional. Urge a ajuda recíproca. A Rússia enviou ajuda real e necessária à Itália. Hoje, o mais importante é salvar vidas", agregou o diplomata.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (498)

    Mais:

    OMS revela o que pode ser usado para combater coronavirus
    Coronavírus representa grande risco para gorilas e outras espécies
    Província chinesa epicentro do coronavírus, Hubei suspenderá proibição de viagens
    Tags:
    embaixador, novo coronavírus, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar