07:15 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    191
    Nos siga no

    A Argentina começará uma quarentena obrigatória, anunciou o presidente Alberto Fernández nesta quinta-feira, a mais recente medida da nação sul-americana para conter a propagação do novo coronavírus.

    A quarentena, que determina a permanência das pessoas em suas casas, entrará em vigor a partir da meia-noite desta sexta-feira até 31 de março, declarou Fernández em um discurso televisionado.

    As pessoas poderão deixar suas casas para comprar bens básicos, como alimentos e medicamentos. Além disso, a quarentena será aplicada por autoridades de segurança, afirmou Fernández.

    "É hora de entendermos que estamos cuidando da saúde dos argentinos. Agora ditamos essa medida tentando tornar os efeitos na economia os menos prejudiciais possíveis", acrescentou.

    A Argentina confirmou 31 novos casos de coronavírus, elevando o total de casos para 128 e três mortes, segundo dados do governo.

    O país já havia fechado suas fronteiras por um total de 15 dias para não residentes e suspendido voos de países altamente afetados por 30 dias.

    Mais:

    Fuga de capitais e dívida, a 'maldição' eterna da Argentina
    Ilhas Malvinas ressurgem na agenda da Argentina com novo presidente
    Primeira morte por coronavírus na América Latina é registrada na Argentina
    Tags:
    economia, quarentena, novo coronavírus, Alberto Fernández, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar