00:01 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    20648
    Nos siga no

    As Forças Armadas da Venezuela realizaram a segunda fase do exercício cívico-militar Escudo Bolivariano 2020.

    "Este exercício nos permite analisar as realidades deste assédio, sobre esta grande nação, estes exercícios permitirão elevar a prontidão operacional, testar e elevar todos os planos de defesa da República Bolivariana da Venezuela projetados pelo comando estratégico operacional", afirmou o chefe do Comando Estratégico Geral, Remigio Ceballos.

    ​Seguindo instruções do Sr. Presidente e Comandante-Chefe das Forças Armadas da Venezuela, Nicolás Maduro, iniciamos uma segunda fase do exercício cívico-militar Escudo Bolivariano 2020 para continuar a garantir a paz e nossa plena soberania sobre todo o território nacional. Sucesso e vamos em frente!

    O plano consiste em detectar ameaças internas ou externas, de modo que as unidades dos serviços de combate estejam alerta para garantir a defesa do país, ressaltou Ceballos.

    Além disso, ele explicou que os militares serão destacados às ruas para realizar exercícios de resistência nas cidades.

    No dia 28 de fevereiro, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou que os exercícios militares começariam sem aviso prévio no país para combater o terrorismo impulsionado pelos colombianos e norte-americanos.

    Os primeiros exercícios militares deste ano, denominados Escudo Bolivariano 2020, foram realizados nos dias 15 e 16 de fevereiro, contando com mais de dois milhões de civis com treinamento militar.

    Mais:

    Governo brasileiro remove diplomatas e funcionários consulares da Venezuela
    Trump revela que tem muitos planos para a Venezuela
    Bolsonaro expulsa representantes diplomáticos da Venezuela no Brasil, diz jornal
    Tags:
    Exército, treinamento, treinamento militar, soldados, exercícios militares, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar