17:04 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (454)
    250
    Nos siga no

    Um morador do estado norte-americano da Califórnia morreu em decorrência da contaminação pelo novo coronavírus, elevando para 11 o total de mortes provocadas pelo surto da COVID-19 nos Estados Unidos.

    De acordo com autoridades do condado de Placer, a vítima confirmada nesta quarta-feira era um adulto idoso que já apresentava outros problemas de saúde, sendo uma das duas pessoas infectadas pelo novo coronavírus no condado.

    Essa foi a primeira morte causada pela COVID-19 na Califórnia. Nos EUA, até o momento, o principal foco da doença tem sido o estado de Washington. 

    ​Como avisei, o coronavírus está se espalhando sem ser detectado nos EUA há semanas, devido à falta de testes da COVID-19. As pessoas na "zona quente" do estado de Washington tentam fazer o teste, mas "encontram confusão e falta de respostas claras." 

    "Enquanto a maioria dos casos de COVID-19 exibe sintomas leves ou moderados, essa morte trágica ressalta a necessidade urgente de tomarmos medidas extras para proteger os residentes particularmente vulneráveis ao desenvolvimento de doenças mais graves, incluindo idosos e pessoas com condições de saúde subjacentes", afirmou a oficial de Saúde do condado de Placer, doutora Aimee Sisson.

    Mais cedo, o vice-presidente norte-americano, Mike Pence, havia anunciado a décima morte-provocada pelo novo coronavírus nos EUA, ocorrida, assim como todas as outras anteriores, no estado de Washington.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (454)

    Mais:

    EUA adiam encontro com líderes asiáticos com medo do novo coronavírus
    Trump: EUA consideram fechar fronteira com México por causa do coronavírus
    Paciente infectado por coronavírus recebe alta 'por engano' nos EUA
    Tags:
    vírus, doença, saúde, coronavírus chinês, novo coronavírus, COVID-19, Washington, Califórnia, EUA, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar