21:02 08 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    5200
    Nos siga no

    Ao menos cinco pessoas foram mortas por um atirador nos Estados Unidos nesta quarta-feira (26). A informação foi confirmada pelo presidente dos EUA, Donald Trump, que prestou condolências em declaração.

    O local do incidente fica próximo da fábrica da cervejaria Molson Coors, em Milwaukee, no estado de Wisconsin. A fábrica foi fechada e os funcionários ficaram escondidos dentro do prédio.

    Mais tarde, Trump confirmou durante uma coletiva de imprensa que cinco pessoas foram mortas no incidente.

    "Gostaria de estender minhas mais profundas condolências às famílias em Wisconsin", disse Trump, que acrescentou: "Nossos corações estão partidos por elas [...] e é algo terrível".

    A polícia dos EUA respondeu ao que chamou de "incidente crítico" depois de um tiroteio ter sido reportado em Milwaukee, no estado de Wisconsin. As autoridades locais pediram para que os cidadãos evitassem a área.

    Fontes disseram inicialmente ao canal Fox 6 que entre 6 e 8 pessoas, incluindo o atirador, foram mortas.

    Supostos vídeos do local surgiram nas redes sociais. Unidades de polícia estão trabalhando na área.

    Polícia de Milwaukee investigando o incidente crítico perto da Molson Coors.

    De acordo com fontes iniciais, o atirador é um ex-funcionário da Molson Coors

    A cervejaria Molson Coors fica em uma extensa área de escritórios corporativos e instalações da cervejaria e abriga mais de 600 funcionários.

    Mais:

    Trump: EUA querem fornecer os 'melhores e mais temidos equipamentos militares' para a Índia
    Pelo menos 2 mortos após atiradores abrirem fogo contra grupo de jovens latinos no Texas
    Atirador em fuga nos EUA depois de alvejar 5 pessoas com gravidade
    Tiroteio no Bronx: atirador abre fogo dentro de delegacia de polícia em Nova York
    Atirador mata 1 pessoa e fere outra em shopping de Bangkok, informa mídia (FOTOS)
    Tags:
    feridos, mortos, atirador, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar