17:35 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio

    Cerca de 20 mil curdos protestam na Alemanha contra operação turca na Síria

    © AP Photo / Axel Heimken
    Américas
    URL curta
    302
    Nos siga no

    Cerca de 20 mil curdos participaram de protestos em toda a Alemanha contra a operação militar turca contra unidades curdas na Síria, informou a mídia alemã.

    De acordo com o que foi publicado pela emissora ZDF, mais de 10 mil pessoas participaram neste sábado (12) no comício na cidade de Colônia, cerca de 4 mil em Frankfurt, cerca de 3 mil em Hamburgo e também em Hannover. Manifestações menores ocorreram em Bremen, Berlim e Saarbruecken.

    Os manifestantes pediram pressão política sobre a Turquia e entoaram slogans em apoio ao Curdistão sírio.

    A polícia alertou os manifestantes de que durante os comícios eles não poderiam usar bandeiras do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibidas na Turquia e na Alemanha, além de fotos de seu fundador, Abdullah Ocalan.

    Na quarta-feira (9), o presidente turco Recep Tayyip Erdogan anunciou o lançamento da operação militar Peace Spring no norte da Síria contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) e o PKK, que Ancara designa como terrorista.

    A ofensiva turca no norte da Síria faz parte do objetivo de Ancara de limpar sua área fronteiriça de milícias curdas e terroristas do Daesh e criar uma zona segura. A operação militar já resultou em mortes de civis nos dois lados da fronteira.

    Damasco vê a operação como uma violação da integridade territorial da Síria. A ofensiva também foi condenada pelos países ocidentais, incluindo a Alemanha, cujo ministro das Relações Exteriores Heiko Maas anunciou a proibição do fornecimento de armas a Ancara. Da mesma forma, a França também anunciou que irá barrar a venda de armas para a Turquia, assim como o premiê britânico, Boris Johnson, condenou a operação turca na Síria.

    Mais:

    Como Síria poderia retaliar perante a ofensiva da Turquia? Especialistas explicam
    Alemanha suspende fornecimento de armas à Turquia por operação turca na Síria
    França suspende venda de armas para Turquia em resposta à ofensiva na Síria
    Premiê britânico condena operação militar da Turquia na Síria
    Turquia condena declaração da Liga Árabe sobre a operação na Síria
    Tags:
    PKK, Ancara, Hannover, Berlim, Bremen, Daesh, Heiko Maas, Recep Tayyip Erdogan, Alemanha, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar