19:57 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA, Donald Trump, discursa durante visita às tropas norte-americanas no Iraque.

    Após ataque em Cabul, Trump cancela encontro secreto com líderes afegãos e do Talibã

    © AP Photo / Andrew Harnik
    Américas
    URL curta
    535
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse neste sábado (7) que cancelou seu encontro com o presidente afegão Ashraf Ghani, assim como com a liderança do movimento Talibã.

    O cancelamento foi justificado pelo presidente como reação a recentes ataques terroristas na capital afegã, Cabul. 

    Donald Trump usou o Twitter para comentar o cancelamento e dar detalhes da reunião.

    Sem o conhecimento de quase todos, os principais líderes do Talibã e, separadamente, o Presidente do Afeganistão, se reuniriam secretamente comigo em Camp David neste domingo.

    Trump recordou a morte de um soldados dos EUA durante o ataque.

    "Infelizmente, para criar uma alavancagem falsa, eles admitiram um ataque em Cabul que matou um de nossos grandes grandes soldados e 11 outras pessoas. Eu imediatamente cancelei a reunião e cancelei as negociações de paz", enfatizou.

    O presidente dos EUA também disse que o ataque sinaliza que o Talibã não teria o poder necessário para negociar um acordo.

    "Se eles não puderem concordar com um cessar-fogo durante essas muito importantes negociações de paz e até mataram 12 pessoas inocentes, provavelmente não terão o poder de negociar um acordo significativo de qualquer maneira", concluiu Trump.

    Mais:

    Explosão no Afeganistão deixa ao menos 11 mortos
    Explosão de bomba deixa feridos perto de consulado paquistanês no Afeganistão
    Embaixador dos EUA no Afeganistão questiona postura do Talibã
    Trump anuncia retirada de 5 mil soldados dos EUA do Afeganistão
    Tags:
    Talibã, Cabul, Afeganistão, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar