23:26 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente russo, Vladimir Putin, durante a coletiva de imprensa anual, 20 de dezembro de 2018

    Putin diz que é 'neutro' em relação a Guaidó, mas discorda de seu método para chegar ao poder

    © Sputnik / Natalia Seliverstova
    Américas
    URL curta
    11211
    Nos siga no

    O presidente russo, Vladimir Putin, considera "simpático" o deputado e líder oposicionista da Venezuela Juan Guaidó, mas mas rejeita os seus métodos para chegar à presidência.

    Guaidó "é uma pessoa simpática, eu estou bem com ele, eu sou neutro, mas se colocamos em prática tal maneira de chegar ao poder, um homem sai na rua, olha para o céu e se declara chefe de Estado perante Deus e tudo bem? Não, então haverá casos em todo o mundo" disse Putin em coletiva de imprensa.

    "Vamos escolher o presidente da mesma maneira nos EUA ou em qualquer outro lugar, vamos escolher o primeiro-ministro do Reino Unido e o presidente da França, o que será?", perguntou o presidente russo.

    Putin questionou o apoio de Guaidó na Venezuela.

    "Eles estão loucos ou não? Entendem onde isso vai nos levar? Deve haver algumas regras ou não? Devemos ter pelo menos algumas regras."

    Quanto à resolução da crise venezuelana, Putin disse que a comunidade internacional pode criar condições para o diálogo, incentivar e facilitar as negociações, mas que a decisão final deve ser tomada em nível nacional.

    Guaidó se autodeclarou presidente interino da Venezuela e foi reconhecido imediatamente pelos Estados Unidos, Brasil e cerca de 50 países.

    Rússia, China, Cuba, Bolívia, Irã e Turquia, entre outros países, continuam apoiando o governo do presidente Nicolás Maduro.

    Mais:

    Canadá suspende operações de sua embaixada na Venezuela
    Bolsonaro faz escola: revista revela que Guaidó se consulta com astrólogo na Venezuela
    Governo da Venezuela critica proibição de viagens de cruzeiro a Cuba por parte dos EUA
    EUA usam sanções para impor dominância na arena internacional, diz vice-presidente da Venezuela
    Tags:
    Veneza, Rússia, Vladimir Putin, Juan Guaidó, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar