04:21 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Um barco-patrulha venezuelano passa pelo petroleiro Kim Jacob carregando 1 milhão de barris de petróleo bruto no estado oriental de Anzoátegui, na Venezuela.

    Maduro denuncia sabotagem a 10 barcos com gasolina rumo à Venezuela

    © AP Photo / El Nuevo Dia,Omar Perez
    Américas
    URL curta
    13623
    Nos siga no

    O presidente venezuelano Nicolás Maduro garantiu que 10 barcos transportadores de gasolina foram impedidos de chegar à costa do país, que vem enfrentando uma grave escassez de combustível.

    "Na semana passada, 10 barcos foram sabotados para que não cheguem à costa venezuelana; de todas as maneiras, este problema já está sendo resolvido e vamos normalizá-lo e estabelecê-lo definitivamente", afirmou Maduro em uma estação de rádio e televisão.

    O presidente venezuelano assegurou também que navios transportadores de comida para o programa Comitês Locais de Abastecimento e Produção (CLAP) também foram "sabotados", sendo impedidos de sair dos portos. Mais detalhes não foram dados por Maduro sobre os locais onde isso teriam acontecido ou o status dos navios envolvidos.

    Na semana passada, os estados do oeste e sul da Venezuela enfrentaram escassez de combustível, com longas filas de veículos nos postos de gasolina e protestos em algumas cidades, que foram reprimidos pelas forças de segurança do país.

    Mais:

    EUA incluem Venezuela na lista de países que geram receios para segurança nacional
    Comitê do Senado dos EUA aprova US$400 mi em ajuda humanitária à Venezuela
    EUA importam petróleo da Venezuela pela primeira vez nas últimas semanas
    Tags:
    combustível, navio, sabotagem, Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar