21:26 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidential candidate Andres Manuel Lopez Obrador, of the MORENA party, shows his ballot to the press before casting it during general elections in Mexico City, Sunday, July 1, 2018. Sunday’s elections for posts at every level of government are Mexico’s largest ever and have become a referendum on corruption, graft and other tricks used to divert taxpayer money to officials’ pockets and empty those of the country’s poor

    Presidente mexicano promete 'instituto Robin Hood' para beneficiar o povo

    © AP Photo / Moises Castillo
    Américas
    URL curta
    630

    O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta segunda-feira que irá criar um instituto para devolver para "o povo" tudo o que for confiscado junto ao crime organizado e por atos de corrupção.

    Obrador, que chegou ao poder capitalizando sobre o cansaço dos mexicanos pela corrupção generalizada, afirmou que um mecanismo para que a Procuradoria-Geral do país possa confiscar e liberar rapidamente os bens oriundos de crimes.

    Assim, seria possível alocar os recursos provenientes de tais confiscos em escolas, hospitais ou asilos que precisam de investimentos.

    "Vai ser um instituto, um Robin Hood, um Chucho 'El Roto' [apelido de Jesus Arriaga], mas contra os corruptos", ponderou Obrador em sua conferência de imprensa diária, referindo-se ao ladrão do folclore inglês que roubou os nobres para dar os oprimidos e um ladrão lendário mexicano do século XIX que ajudava os mais pobres.

    A extinção de domínio é um mecanismo pelo qual o Estado pode perseguir os ativos de origem ilícita e declarar a perda do direito de mesma titularidade.

    Obrador, que assumiu o cargo em dezembro 2018 para um período de seis anos, elevou a luta contra a corrupção como seu lema de governo e muitas vezes repetiu que esse crime não é tolerado, garantindo que ninguém apontado por possível corrupção pode trabalhar em sua administração.

    O novo instituto vai depender do Ministério das Finanças, mas vai operar de forma independente e autônoma, completou o presidente mexicano.

    Mais:

    EUA detêm mais de 100 mil imigrantes na fronteira com México em um mês
    Espanha e Igreja devem se desculpar pela colonização, diz presidente do México
    Brasil e México assinam acordo de livre comércio para veículos leves
    Tags:
    crime organizado, corrupção, políticas públicas, desigualdade, confisco, Jesus Arriaga, Robin Hood, Andrés Manuel López Obrador, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar