01:03 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiro B-1B da Força Aérea dos EUA (foto de arquivo)

    Rosa ou vermelho? Internautas debatem cor da cabine de bombardeiro dos EUA

    © AFP 2019 / PAUL CROCK
    Américas
    URL curta
    3 0 0

    Mídia americana insiste que a cabine do novo bombardeiro foi pintada de “vermelho escuro”, porém, o assunto virou um grande debate nas redes sociais.

    Tudo começou quando Tyler Rogoway do portal The Drive compartilhou algumas fotos da cabine do bombardeiro estratégico B-1B da Força Aérea dos EUA.

    ​Cabine rosa do bombardeiro B-1B da Força Aérea dos EUA.

    As três fotos tiradas pelo fotojornalista alemão, Roelof-Jan Gort, durante voo do B-1B na Europa a caminho dos exercícios militares da OTAN no mar Báltico, mostrou que a cabine do bombardeiro foi customizada com um esquema de cores único.

    ​Este é um bombardeiro B-1B com uma cabine customizada de cor vermelha. 

    "O que é único nas fotos é que o revestimento cinza padrão, que geralmente reveste o interior da cabine do B-1B, não está lá", escreveu Rogoway, citando que, ao invés disso, a cabine estava vermelha como nunca antes.

    O jornalista acredita que o esquema de cores faz com que a cabine se pareça "mais com um transporte pessoal para um vilão do Star Wars" do que com uma aeronave padrão da Força Aérea dos EUA.

    Uma fonte militar afirma que a iniciativa de utilizar o esquema de cores partiu do chefe da tripulação, com a aprovação dos tripulantes para modificar as aeronaves com "pinturas únicas, adesivos, frases e decoração com fitas adesivas criativas".

    Rogoway afirma que a cabine do bombardeiro envolve um trabalho detalhado e extenso, gastando muito tempo para criação e execução.

    Entretanto, o trabalho gerou diversos debates, já que alguns usuários gostaram do toque avermelhado da cabine do bombardeiro, enquanto que outros afirmam que a cor definitivamente não se trata de vermelho, mas, sim, "rosa".

    Um dos leitores do portal TheDrive.com sugeriu que a cabine rosa do bombardeiro seja provavelmente equipada para transportar bombas da Hello Kitty.

    Anteriormente, outra ocorrência chamou a atenção na Força Aérea dos EUA, quando o ex-comandante do 69° esquadrão de bombas, Paul Goossen, foi dispensado depois de investigações sobre desenhos eróticos encontrados no software de mapeamento do bombardeiro B-52.

    Mais:

    Bombardeiros B-2 Spirit integram base aérea dos EUA no Havaí
    Bombardeiro estratégico B-2 dos EUA faz pouso de emergência (FOTO)
    Bombardeiros americanos B-52 sobrevoam ilhas disputadas no mar do Sul da China
    Tags:
    debate, bombardeiro estratégico, Bombardeiro, aeronave, Força Aérea dos EUA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar