05:51 18 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    222
    Nos siga no

    O governo do Chile criticou a Venezuela após o líder parlamentar da oposição, Juan Guaido, ter sido brevemente detido em uma estrada na região da capital Caracas.

    "O governo do Chile condena em fortes termos a prisão nesta manhã por mais de uma hora do presidente da Assembleia Nacional", disse o Ministério das Relações Exteriores do Chile através de um comunicado.

    O Chile foi um dos países do Grupo de Lima que se recusou a reconhecer a reeleição, em maio, do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

    Maduro tomou posse de seu segundo mandato como presidente da Venezuela na quinta-feira (10).

    Em resposta à posse de Maduro, Juan Guaido, o líder da Assembleia Nacional venezuelana, controlada pela oposição, se declarou "presidente interino" no país.

    Mais:

    Diplomata indica 'única consequência' do não reconhecimento do novo mandato de Maduro
    EUA não reconhecem autoridade de Maduro na Venezuela
    Posse de Nicolás Maduro: 'Os inimigos da Venezuela foram derrotados'
    Bloomberg: Maduro será presidente enquanto 'moribunda economia da Venezuela permitir'
    Tags:
    Venezuela, Chile, Juan Guaido, Nicolás Maduro, Grupo de Lima, Ministério das Relações Exteriores do Chile, crise na venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar