21:42 19 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Membros das Forças Especiais dos EUA realizando treinamento durante operações contra grupo Daesh no sul da Síria

    Trump: EUA deixará a Síria 'no ritmo correto', mas continua lutando contra Daesh

    CC0 / Staff Sgt. Jacob Connor / 5th Special Forces Group (Airborne)
    Américas
    URL curta
    301
    Nos siga no

    O presidente Donald Trump enfatizou em um comunicado no Twitter que as forças dos EUA deixarão a Síria de forma prudente e continuarão a combater o grupo terrorista Daesh.

    "Nós estaremos partindo em um ritmo adequado, enquanto ao mesmo tempo continuamos a lutar contra o Estado Islâmico [Daesh*] e fazendo todo o resto que é prudente e necessário!", escreveu Trump.

    O presidente também chamou de "muito imprecisa" a descrição do The New York Times sobre a política americana na Síria. Trump não deixou claro sobre qual reportagem do jornal se referia, mas o veículo têm constantemente destacado declarações conflitantes do governo Trump sobre os planos de se retirar da Síria.

    Donald Trump anunciou planos para a retirada em dezembro, dizendo que as forças dos EUA sairiam do país desde que o grupo terrorista Daesh já havia sido derrotado. Aliados, porém, alertaram para 

    Tour do Oriente Médio

    Em meio à controversa saída dos EUA da Síria, o Centro Soufan informou nesta semana que Trump enviou o secretário de Estado, Mike Pompeo e conselho de Segurança Nacional, John Bolton em uma viagem ao Oriente Médio para acalmar parceiros regionais e garantir que a retirada de forças na região não será imediata ou abrupta.

    "Durante uma escala em Israel, Bolton, assessor de segurança nacional, qualificou a reversão do presidente; ele disse que o momento da retirada dos EUA da Síria era 'baseado nas condições' e dependia da derrota do Estado Islâmico [Daesh] e garantias da Turquia de que Ancara se absteria de atacar os curdos sírios após a retirada", afirmou o relatório. "O secretário Pompeo também vai enfatizar que os EUA não vão deixar a Síria tão cedo", diz um relatório do centro.

    Pompeo passará pela Jordânia, Kuwait, Egito, Bahrein, Catar, Omã e Emirados Árabes Unidos, e também viajará para a Arábia Saudita, enquanto Bolton fez uma visita de fim de semana a Israel. Ele também deve visitar a Turquia em breve.


    * Daesh — organização terrorista autodenominada Estado Islâmico, proibida na Rússia e em vários outros países.

    Tags:
    The New York Times, Estado Islâmico, Daesh, Centro Soufan, John Bolton, Donald Trump, Mike Pompeo, Turquia, Arábia Saudita, Síria, Emirados Árabes Unidos, Omã, Bahrein, Catar, Jordânia, Kuwait, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar