01:38 16 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Nord stream 2

    Departamento de Estado: Empresas envolvidas no Nord Stream 2 podem sofrer sanções dos EUA

    © Foto / Nord Stream 2
    Américas
    URL curta
    8114
    Nos siga no

    As empresas que trabalham no setor de energia da Rússia estão arriscando receberem sanções dos EUA, e Washington está considerando possíveis ações contra o projeto Nord Stream-2, disse a jornalistas o subsecretário para Recursos Energéticos, Francis Fannon, nesta terça-feira.

    “As empresas que trabalham no setor de dutos de energia da Rússia estão realizando muitos negócios que envolvem risco de sanções. Continuamos a rever possíveis ações de sanções”, disse Fannon. "O governo dos EUA tem a capacidade de sancionar os oleodutos de exportação de energia da Rússia sob a seção 232 da Lei Contendo Adversários da América por meio de Sanções (CAATSA)"

    A declaração segue o comentário de Fannon feito na segunda-feira de que Washington acredita que a construção do gasoduto coloca "amplas ameaças geoestratégicas" à segurança europeia. O representante permanente da Rússia na União Europeia, Vladimir Chizhov, disse na semana passada que o projeto do gasoduto Nord Stream 2 está em desenvolvimento e não há obstáculos para sua implementação.

    O Nord Stream 2 é uma joint venture entre a russa Gazprom e a francesa Engie, a austríaca OMV AG, a inglesa Royal Dutch Shell e a alemã Uniper e Wintershall. O objetivo é fornecer 55 bilhões de metros cúbicos de gás natural russo por ano para a União Europeia, através do Mar Báltico.

    O projeto do gasoduto foi bem recebido por alguns países da Europa e combatido por outros países, incluindo a Ucrânia, a Polônia e os países bálticos, enquanto os Estados Unidos também manifestaram sua oposição. Na semana passada, o assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, disse que Washington estava considerando algumas opções para impedir a construção do gasoduto.

    Tags:
    Lei Contendo Adversários da América por meio de Sanções (CAATSA), Wintershall, OMV AG, Royal Dutch Shell, Uniper SE, Engie, União Europeia, Gazprom, John Bolton, Vladimir Chizhov, mar Báltico, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar