07:51 16 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiros russos Tu-160 durante patrulhamento aéreo (imagem referencial)

    Mike Pompeo critica envio de bombardeiros estratégicos russos Tu-160 à Venezuela

    © Sputnik / Anton Denisov
    Américas
    URL curta
    709415

    O Kremlin discorda totalmente das palavras do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, sobre o "desperdício de recursos públicos" na questão dos aviões enviados à Venezuela.

    O porta-voz do presidente da Rússia Dmitry Peskov afirmou que metade do orçamento militar dos EUA daria para alimentar toda a África.

    "No que se trata de desperdício de recursos públicos, não concordamos. Além disso, talvez não seja apropriado um país em que metade do orçamento militar daria para alimentar toda a África fazer tais declarações", disse Peskov a jornalistas.

    Mais cedo o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, caracterizou no Twitter o envio de bombardeiros estratégicos russos Tu-160 à Venezuela como um desperdício de recursos públicos.

    O governo russo enviou bombardeiros através de metade do mundo à Venezuela. Os povos da Rússia e da Venezuela precisam entender o que isso significa: dois governos corruptos desperdiçam recursos públicos e suprimem a liberdade, enquanto os seus povos sofrem

    Ontem (10), dois bombardeiros estratégicos russos Tu-160, um avião de transporte militar An-124 e uma aeronave IL-62 realizaram um voo da Rússia à Venezuela, percorrendo a distância total de 10 mil quilômetros.

    O voo foi realizado em estrita concordância com as regulamentações internacionais de uso do espaço aéreo, como explicou Ministério da Defesa da Federação da Rússia.

    Recentemente, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, expressou a esperança de que os voos da aviação da Força Aeroespacial da Rússia para à Venezuela continuem, bem como as visitas de navios da Marinha russa aos portos venezuelanos.

    Segundo o ministro russo, tais voos são para os militares russos uma oportunidade de obter experiência importante em voos de longo curso e manter o equipamento em estado operacional.

    Mais:

    Analista: EUA podem tentar realizar golpe na Venezuela se pressão econômica não funcionar
    Maduro: Casa Branca organiza um golpe na Venezuela
    Cuba colabora com a tortura na Venezuela e na Nicarágua, diz secretário da OEA
    Tags:
    voo, Tu-160, Mike Pompeo, Venezuela, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik