08:00 16 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA, Donald Trump (à esquerda) e o líder chinês, Xi Jinping

    Trump contradiz principal assessor econômico e diz estar próximo de acordo com a China

    © AP Photo / Files
    Américas
    URL curta
    716

    O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na sexta-feira (2) que as negociações comerciais com a China estão próximas de um acordo. A afirmação contradiz seu principal assessor econômico, Larry Kudlow.

    Trump afirmou que está muito próximo de conseguir um acordo com o presidente chinês, Xi Jinping. Trump espera que um desfecho positivo pode ser aguardado para a reunião do G-20, que acontecerá na Argentina no fim do mês.

    A afirmação foi dada na Casa Branca, pouco antes do embarque de Trump para um comício da campanha republicana pelas eleições legislativas dos EUA.

    A afirmação do presidente norte-americano contradiz o principal assessor econômico do governo, Larry Kudlow. O assessor disse no mesmo dia à CNBC que o acordo estava longe de ser fechado. Ele ainda acrescentou que não está otimista quanto ao acordo e que o governo chinês não havia respondido às exigências comerciais dos EUA.

    Kudlow também desmentiu uma reportagem da Bloomberg que afirmava que Trump havia pedido um rascunho dos termos a serem apresentados aos chineses para um acordo. O presidente não confirmou se pediu o não a elaboração desses termos.

    Tags:
    eleições de 2018 nos EUA, guerra comercial, CNBC, Larry Kudlow, Donald Trump, Xi Jinping, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik