23:32 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Oleg Deripaska

    Secretário do Tesouro dos EUA sanciona empresário russo por acidente

    © AP Photo / Vincent Yu
    Américas
    URL curta
    108

    O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, foi forçado a impor sanções ao empresário russo Oleg Deripaska em abril passado, depois de um deslize durante uma audiência no Congresso em janeiro, informou o The Daily Beast.

    Durante o depoimento de Mnuchin perante o Comitê Bancário do Senado em 30 de janeiro, congressistas o interrogaram sobre a relutância do Tesouro em impor sanções à Rússia. Encurralado, o secretário afirmou que os EUA sancionariam todos da "lista do Kremlin" — contendo 200 nomes de empresários supostamente ligados ao presidente Vladimir Putin. Porém, de acordo com o jornal The Daily Beast, Deripaska não deveria ter sido sancionado e o anúncio foi recebido com surpresa por quatro fontes do Congresso diretamente envolvidas na elaboração das sanções.

    O deslize de Mnuchin forçou os funcionários do Departamento do Tesouro a se esforçarem para chegar a sanções que correspondam ao testemunho sob juramento do secretário no Congresso.

    As quatro fontes disseram ao The Daily Beast que o Departamento do Tesouro não seguiu o protocolo normal durante a elaboração das sanções e não houve coordenação entre outros Departamentos, como normalmente se faz para determinar o impacto que as medidas poderiam ter.

    O veículo também observou que a decisão agitou os mercados globais e elevou os preços do alumínio, prejudicando os parceiros comerciais dos EUA na Europa.

    Mnuchin agora está considerando suspender as sanções já que as novas limitações impostas pelos EUA contra a Rússia poderiam prejudicar as relações comerciais bilaterais com outros países.

    O senador Chris Murphy, disse à imprensa que o deslize de Mnuchin ilustra o que ele considera uma "guerra civil" no governo Trump quanto à política da Rússia, na qual funcionários do governo pressionam por mais sanções enquanto o presidente Donald Trump retrocede.

    Em abril, o Tesouro anunciou novas sanções contra Deripaska e seu grupo En + e a empresa de alumínio Rusal. Ele deixou o conselho de diretores de ambas as empresas depois de ver o valor das ações despencarem internacionalmente.

    Tags:
    The Daily Beast, Comitê Bancário do Senado, Departamento do Tesouro dos EUA, Kremlin, Oleg Deripaska, Steven Mnuchin, Chris Murphy, Vladimir Putin, Estados Unidos, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik