21:58 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Mike Pompeo

    EUA reduzem número de admissão de refugiados para 30.000

    © AFP 2018 / SAUL LOEB
    Américas
    URL curta
    221

    Autoridades norte-americanas reduziram a entrada máxima de refugiados para o próximo ano fiscal de 45 mil para 30 mil, anunciou o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

    Dirigindo-se a repórteres, o diplomata fez o anúncio antes de sair da sala sem responder a perguntas. Pompeo justificou o movimento por motivos de segurança nacional. Durante o último ano do governo Obama, os EUA estavam dispostos a receber 110.000 refugiados.

    A nova política entrará em vigor em menos de duas semanas, quando o ano fiscal do governo federal dos EUA vai começar, no dia 1º de outubro.

    "O fator determinante aqui é o desejo entre os formuladores de políticas neste governo de levar o programa de admissão de refugiados a um número muito pequeno, se não o apagar completamente", disse Steve Pomper, funcionário de direitos humanos que trabalhou no Conselho de Segurança Nacional do governo Obama, ao jornal Daily Beast.

    Em ordens executivas assinadas pelo presidente em janeiro e março de 2017, Trump determinou que o número total de refugiados potencialmente admitidos não exceda 50.000, acrescentou o jormal Daily Beast.

    Os limites são mais baixos até do que os estabelecidos pelo presidente George W. Bush após os ataques de 11 de setembro de 2001. Bush estabeleceu o teto em 70.000, mas só permitiu em 21.000 e 27.000 nos dois primeiros anos após o ataque terrorista, ainda segundo o Daily Beast.

    Tags:
    visto de entrada, refugiados, Mike Pompeo, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik