03:13 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente argentino Maurício Macri profere discurso na Casa Rosada depois de procurador federal da república entrar com um pedido de investigação da sua participação na offshore bahamense

    Popularidade de Macri cai para 35,9% após presidente pedir ajuda ao FMI

    © AFP 2018/ JUAN MABROMATA
    Américas
    URL curta
    551

    A popularidade do presidente argentino Mauricio Macri caiu para 35,9% após a crise financeira em seu país, informou uma pesquisa divulgada pela consultoria Rouvier & Asociados, em seu relatório de agosto.

    "A tendência de queda na imagem de Macri continua, a negatividade em sua figura e na administração do governo é acentuada mês a mês, por outro lado, as expectativas econômicas e inflacionárias não mostram recuperação", escreveu ele no Twitter.

    Por outro lado, o consultor disse que a popularidade da presidente Cristina Kirchner "caiu um pouco desde a última medição": "Ela cai dois pontos de sua imagem positiva e, assim, inverte a tendência que tinha começado em maio e isso mostrou uma recuperação de sua popularidade".

    As dificuldades financeiras forçaram o governo de Macri a pedir ajuda ao Fundo Monetário Internacional (FMI) em maio.

    A evolução da economia argentina está sob auditoria do FMI, que analisa o cumprimento das metas do acordo de "stand-by" (contingência) assinado em junho por um montante de US $ 50 bilhões.

    Tags:
    índice de aprovação, popularidade, Mauricio Macri, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik