02:40 13 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Pogba e Mpabbé na premiação da Copa.

    'África' é a real vencedora da Copa do Mundo, diz Maduro

    © Sputnik / Alexey Filippov
    Américas
    URL curta
    791

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta terça-feira (17) que a real vencedora da Copa do Mundo de 2018 é a África.

    A França venceu a Croácia por 4 a 2 na final de domingo, em Moscou, mas com uma equipe formada por muitos jogadores de descendência africana. 

    "A equipe francesa parece a equipe africana, na realidade a África venceu, os imigrantes africanos que chegaram à França", disse Maduro em um evento para celebrar o dia da polícia.

    "Quanto eles desprezaram a África, e na Copa do Mundo a França ganhou o troféu graças aos jogadores africanos ou aos filhos dos africanos".

    Dois dos gols franceses contra a Croácia têm raízes africanas: os pais de Paul Pogba são da Guiné, enquanto os pais de Kylian Mbappé são camaroneses e argelinos.

    Dos jogadores titulares na final, Samuel Umtiti nasceu em Camarões, os pais de Blaise Matuidi são angolanos e congoleses, os pais de N'Golo Kante são malianos enquanto o pai de Raphaël Varane é da ilha caribenha da Martinica.

    Dos 23 convocados, 16 têm raízes africanas, apesar do capitão Hugo Lloris, o artilheiro Antoine Griezmann e o atacante Olivier Giroud terem uma herança européia.

    Maduro, no entanto, parabenizou a equipe pela maneira "bonita" como jogou e prestou homenagem a seu aliado e colega russo Vladimir Putin pela "melhor Copa do Mundo na história do futebol".

    O líder venezuelano, que presidiu o colapso da economia do país e que tem sido amplamente condenado pela repressão aos opositores, pediu à França e à Europa como um todo que usem essa vitória como um trampolim para acabar com os maus tratos aos africanos e latino-americanos.

    "Basta o racismo na Europa contra os africanos e basta a discriminação contra os migrantes", disse Maduro. "Espero que a França e a Europa apreciem que nós, do Sul, africanos, latino-americanos, somos dignos e poderosos."

    Maduro tem uma relação tensa com o presidente francês Emmanuel Macron, que o acusou de implementar uma "ditadura" no país sul-americano.

    Mais:

    Maduro apela aos militares para estarem prontos a repelir possível agressão dos EUA
    Maduro: eleição de Obrador no México é 'triunfo da verdade'
    Nicolás Maduro: turnê latino-americana de Pence foi um fracasso
    Maduro: Venezuela é alvo de uma operação midiática
    Tags:
    Nicolás Maduro, Emmanuel Macron, Venezuela, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik