10:27 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Visitante mexendo em seu computador na sede francesa do Facebook em Paris, em 15 de maio de 2018

    Facebook teria concedido dados privados de usuários para Apple, Microsoft e muito mais

    © REUTERS / Charles Platiau
    Américas
    URL curta
    112

    O Facebook forneceu a pelo menos 60 fabricantes de dispositivos, incluindo a Apple, Microsoft e BlackBerry, o acesso a um número imenso de dados pessoais de usuários na última década, informou mídia norte-americana.

    The New York Times descobriu que a rede social celebrou parcerias de compartilhamento de dados com empresas fabricantes de dispositivos para expandir seu alcance e para que elas ofereçam recursos populares do Facebook a seus clientes. De acordo com a mídia norte-americana, trata-se de compartilhamento de mensagens e agendas telefônicas dos clientes.

    A rede social permitiu que empresas fabricantes de dispositivos acessassem as informações dos amigos dos usuários sem a permissão deles, e algumas destas empresas conseguiam recuperar dados de pessoas que proibiram qualquer compartilhamento, comunicou o jornal no domingo (3).

    Vale destacar que a maioria das parcerias ainda está em vigor. O Facebook começou a dissolvê-las em abril em meio ao escândalo referente à Cambridge Analytica.

    Em março deste ano, a rede social encarou indignação popular generalizada, quando dados pessoais de cerca de 50 milhões de usuários foram recolhidos pela empresa de consultoria Cambridge Analytica, sem a permissão dos usuários do Facebook através de um aplicativo especial. A informação foi alegadamente usada para ajudar a enviar publicidade política. Em abril, o Facebook estimou que o número de usuários afetados pela divulgação de dados correspondia a aproximadamente 87 milhões.

    Mais:

    MBL vs Facebook: a cruzada contra a checagem de 'fake news'
    'Regulamentar o Facebook': europeus ficam insatisfeitos após audiência com Zuckerberg
    Facebook está preparando a própria criptomoeda
    Google e Facebook contribuem para a manipulação política?
    Governo brasileiro pede explicação ao Facebook sobre vazamento de dados
    Tags:
    rede social, escândalo, permissão, informações pessoais, dados pessoais, compartilhamento, internautas, usuários, Internet, Microsoft, Apple, Cambridge Analytica, Facebook, Mark Zuckerberg, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik