00:08 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Homem assiste à transmissão de notícias que mostra o presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un

    Trump confirma reunião histórica com Kim Jong-un em 12 de junho

    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Américas
    URL curta
    822

    O presidente dos EUA, Donald Trump, confirmou a reunião com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, marcada para 12 de junho, em Singapura.

    "Eu acho que será provavelmente um processo  muito bem-sucedido, em última análise bem-sucedido", disse Trump a repórteres na Casa Branca, depois de se encontrar com um alto funcionário da Coreia do Norte no Salão Oval.

    De acordo com o presidente dos EUA, ele não quer mais usar o termo "pressão máxima" para a Coreia do Norte. Trump disse ainda que a transformação da Coreia do Norte foi possível com Kim Jong-un no poder.

    Ao mesmo tempo, Trump disse que não gostou do encontro que o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, teve com o líder norte-coreano Kim Jong-un esta semana, mas acrescentou que isso pode ser algo positivo.

    "Eu não gostei da reunião russa ontem. Eu disse 'qual é o propósito disso?', Mas pode ter sido uma reunião positiva", disse o presidente dos EUA sobre o encontro do chanceler russo com Kim. 

    Na semana passada, Trump retirou-se abruptamente das negociações sobre a cúpula com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, mas voltou atrás e enfatizou que estava ansioso para se encontrar com Kim. 

    Mais:

    Trump quer deixar Coreia do Sul e Japão de fora da reunião com Kim Jong-un
    Kim Jong-un: compromisso de desnuclearizar Coreia permanece inalterado
    Trump: desnuclearização da Coreia do Norte deve incluir seus mísseis
    Mídia relata sobre 'exigências' da Coreia do Norte aos EUA
    Tags:
    desnacionalização, cúpula, reunião, Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Norte, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik