14:07 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Bombardeiro estratégico americano B-52

    EUA desviam bombardeiros da península coreana após Kim ameaçar cancelar cúpula com Trump

    © AFP 2018 / EPA PHOTO/PA/TIM OCKENDEN
    Américas
    URL curta
    890

    Os Estados Unidos concordaram em desviar dois bombardeiros B-52 com capacidade nuclear de sobrevoar a península coreana depois que o líder norte-coreano Kim Jong-un ameaçou cancelar a cúpula com o presidente Donald Trump, informou a mídia norte-americana.

    A Coreia do Sul e o Japão também concordaram com o plano de evitar colocar a cúpula em risco, informou a CNN na sexta-feira, citando autoridades de defesa dos EUA.

    Trump disse aos repórteres na quinta-feira que representantes dos EUA ainda estão trabalhando com os colegas norte-coreanos nos detalhes da cúpula de 12 de junho em Cingapura, apesar das ameaças de Kim.

    O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, pretende usar seu encontro com Trump na próxima semana para facilitar o sucesso das conversas entre Trump e Kim, um dos assessores presidenciais de Moon afirmou na sexta-feira.

    Anteriormente, o governo norte-coreano anunciou que os recém-lançados exercícios aéreos Max Thunder foram uma violação do acordo Panmunjom, que foi alcançado durante a cúpula com o presidente sul-coreano Moon Jae-in no final de abril. Negociações inter-coreanas programadas para os próximos dias foram canceladas.

    Tags:
    Acordo Panmunjom, CNN, Moon Jae-in, Donald Trump, Kim Jong-un, Estados Unidos, Cingapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik