07:08 23 Julho 2018
Ouvir Rádio
    CIA

    Senado dos EUA confirma Gina Haspel como nova diretora da CIA

    © REUTERS / Larry Downing
    Américas
    URL curta
    534

    O Senado dos EUA confirmou nesta quinta-feira Gina Haspel como a nova diretora da CIA, apesar das críticas à nomeação por seus laços com o uso de métodos extremos de interrogatório pela CIA, incluindo técnicas de tortura após os ataques de 11 de setembro.

    Haspel recebeu 54 votos favoráveis á sua nomeação, enquanto 45 senadores votaram contra. 

    Ela tornou-se a primeira mulher a dirigir a CIA. Antes disso, ela ocupou o cargo de vice-diretora, quando a diretoria foi dirigida por Mike Pompeo, antes de sua aprovação para o cargo de secretário de Estado dos EUA.

    A discussão no Senado ocorreu no contexto das acusações contra Haspel sobre seu envolvimento na tortura de suspeitos de terrorismo no início dos anos 2000. No entanto, como resultado, a maioria dos senadores não considerou suas ações como um obstáculo para o cargo de diretora da CIA.

    Haspel supervisionou o interrogatório de um detento em uma prisão secreta dos EUA na Tailândia que foi afogado 83 vezes em um único mês. Ela também teria participado da destruição de vídeos de interrogatórios usando técnicas, que já foram formalmente rotuladas de tortura e proibidas pelo Congresso.

    Mais:

    Acusada por tortura, nova diretora da CIA promete não retomar interrogatórios
    Documentos: nova diretora da CIA supervisionou tortura
    Mais de 100 oficiais aposentados pedem ao Senado não confirme Haspel como diretora da CIA
    Nomeação da nova diretora da CIA 'sugere regresso às torturas'
    Tags:
    interrogatório, tortura, CIA, Gina Haspel, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik