01:01 25 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, reúne-se com um grupo de empreendedores e inovadores durante uma mesa-redonda no centro de tecnologia da Cortex Innovation Community (arquivo)

    Opinião: 'Depoimento de Zuckerberg ignora conteúdo extremista no Facebook'

    © AP Photo / Jeff Roberson
    Américas
    URL curta
    110

    O depoimento preparado pelo CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, antes de seu comparecimento diante do Comitê da Câmara na quarta-feira não aborda problemas de conteúdo extremista e terrorista no site de mídia social, disse o diretor executivo do Projeto Contra Extremismo (CEP) David Ibsen.

    "O depoimento preparado de Mark Zuckerberg ignora fundamentalmente a questão dos conteúdos extremistas e terroristas no Facebook e sua comprovada conexão com radicalização, recrutamento e atos violentos", disse Ibsen.

    Ibsen disse que o Facebook deve fazer mais para evitar que vídeos e propagandas extremistas sejam acessíveis on-line, acrescentando que o Congresso precisa responsabilizar a rede social também pelo uso indevido de dados de 87 milhões de americanos por terceiros.

    Nesta terça-feira, Zuckerberg vai testemunhar perante dois Comitês do Senado, antes de prestar depoimento perante o Comitê de Energia e Comércio da Câmara na quarta-feira.

    O CEO do Facebook deve testemunhar perante o Congresso dos EUA devido a um escândalo que custou à rede social US$ 100 bilhões em valor de mercado: 87 milhões de usuários do Facebook tiveram seus dados compartilhados com a Cambridge Analytica. Reagindo ao vazamento de dados em massa, o Facebook baniu a Cambridge Analytica de sua plataforma no mês passado.

    Tags:
    Cambridge Analytica, Senado dos EUA, Facebook, Congresso dos EUA, David Ibsen, Mark Zuckerberg, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik