10:52 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    323
    Nos siga no

    Milhares de albatrozes foram violentamente atacados por "animais vampiros" na ilha de Sand, no arquipélago do Havaí, EUA.

    De acordo com o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA, as aves aninham na ilha há décadas. No entanto, em 2015 os voluntários da organização começaram a notar algo realmente estranho: os albatrozes tinham ferimentos em suas cabeças, patas e caudas.

    ​Nos EUA "ratos vampiros" mataram mil albatrozes

    Para resolver este mistério, os biólogos instalaram câmeras perto dos ninhos e as gravações que obtiveram os deixaram perplexos.

    Foi revelado que ratos — e não predadores maiores como falcões ou corujas — que feriram as aves. Toda noite, aproximavam-se dos albatrozes e bebiam seu sangue.

    De acordo com as estimativas do Serviço de Pesca e Vida Selvagem, os roedores já mataram mais de 1.000 aves e expulsaram um grande número deles de seus ninhos.

    Mas, qual é a razão deste fenômeno? Segundo explicam os especialistas, os ataques foram provocados pela seca que há vários anos afetou a região. Devido à escassez de água, os ratos foram obrigados a beber sangue. Os albatrozes, por sua vez, não podem abandonar seus ninhos enquanto estão chocando seus ovos.

    Atualmente, os biólogos locais tentam diminuir a população de ratos na ilha.

    Mais:

    Como em filmes de Hitchcock: milhares de aves ocupam estrada inglesa
    Cientistas descobrem causa de misteriosas mortes em massa de aves nos Estados Unidos
    Catástrofe ecológica: por que aves estão em risco de extinção na França?
    Tags:
    seca, vampiros, ataque, ratos, aves, Havaí, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar