13:02 18 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Donald Trump em março de 2018.

    'Caça às bruxas': Trump afirma que investigação de Mueller é baseada em fraudes

    © AP Photo / Andrew Harnik
    Américas
    URL curta
    110

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse no sábado (17) que a investigação do advogado especial Robert Mueller sobre uma suposta conspiração entre Trump e a Rússia é baseada em fraudes e não deveria ter sido iniciada, já que nunca houve nenhuma conspiração.

    "A investigação de Mueller nunca deveria ter começado pois não houve conluio e não houve crime. A investigação se baseia em atividades fraudulentas e um dossiê falso pago pela desonesta Hillary e pelo DNC, e usado indevidamente no FISA  [Tribunal de Vigilância de Inteligência Estrangeira dos Estados Unidos] para vigilância sobre a minha campanha da. CAÇA ÀS BRUXAS!", disse Trump no twitter.

    ​Mueller está investigando uma suposta interferência russa nas eleições de 2016 e acusações de conspiração do país com a campanha Trump.

    No início de fevereiro, os republicanos da Câmara dos Deputados dos EUA publicaram um memorando sobre supostos abusos cometidos pelo FBI e pelo Departamento de Justiça na na investigação. O documento acusa os funcionários do FBI e do Departamento de Justiça de enviesamento político contra Trump na investigação.

    O memorando também alegou que o FBI e o Departamento de Justiça haviam abusado do uso do Tribunal de Vigilância de Inteligência Estrangeira dos Estados Unidos (FISA, na sigla em inglês) durante a investigação sobre a campanha deTrump. Os democratas refutaram as acusações.

    Trump e o Kremlin negaram qualquer tipo de relação, e Moscou classificou as acusações de interferência na eleição como "absurdas".

    Mais:

    Será que espiões estão por trás da reunião entre Trump e Kim Jong-un?
    'Trump age como empresário e não como político'
    Trump demitirá mais um membro de seu gabinete, diz jornal
    Mulheres brancas foram 'forçadas' a votar em Trump por maridos e filhos, garante Hillary
    Tags:
    interferência russa, Departamento de Justiça dos Estados Unidos, FBI, Robert Mueller, Donald Trump, Estados Unidos, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik