17:33 16 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Sherry Johnson

    Flórida finalmente aprova lei que proíbe casamento com menores

    © AP Photo/ AP Photo/Brendan Farrington
    Américas
    URL curta
    0 10

    O Senado da Flórida finalmente aprovou um projeto de lei que proíbe o casamento com menores de 18 anos. A Câmara queria estabelecer exceções para alguns jovens de 16 e 17 anos no caso de gravidez.

    O projeto, agora enviado para sanção ao governador republicano da Flórida Rick Scott, torna ilegal casar com qualquer pessoa com menos de 17 anos, independentemente do estado da gravidez. Além disso, o projeto de lei afirma que qualquer pessoa casada com um jovem de 17 anos não pode ter mais de dois anos de idade de diferença e requer o consentimento dos pais.

    "Meu coração está feliz", disse Sherry Johnson, que trabalhou incansavelmente pela medida. Quando tinha apenas nove anos, Johnson foi abusada sexualmente por um diácono da igreja. Ela  deu à luz aos 10 anos de idade. Aos 11 anos, ela foi forçada a se casar com o estuprador. De acordo com Johnson, sua igreja coagiu sua mãe para consentir com o casamento, que foi aprovado por um juiz.

    "Eu sinto que todo o sistema falhou comigo. [Se essa lei tivesse sido aprovada antes], isso teria mudado a minha vida ao não me permitir casar, continuar a ter filhos, continuar a sofrer", disse Johnson à CBS News. Ela deu a luz a mais cinco filhos antes de conseguir terminar o casamento.

    A lei atual determina que 16 e 17 anos de idade podem se casar se ambos os pais concordarem. No entanto, se a gravidez é um fator, não há idade mínima para casamento se houver a aprovação de um juiz.

    Uma análise da equipe legislativa revelou que 1.828 licenças de casamento foram emitidas na Flórida para casais em que pelo menos uma pessoa era menor entre 2012-2016. Havia um caso documentado em que um homem com mais de 90 anos se casou com uma menina com menos de 18 anos.

    Muitos apoiadores da nova lei afirmam que ela protegerá crianças de serem forçados a se casar com um homem que a estuprou, mesmo no caso da gravidez.

    Tags:
    CBS News, Câmara da Flórida, Senado da Flórida, Rick Scott, Sherry Johnson, Estados Unidos, Flórida
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik