21:11 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente norte-americano, Donald Trump, durante a coletiva de imprensa

    Somente sob essa condição EUA aderirão novamente ao Acordo de Paris

    © AFP 2019/ JIM WATSON
    Américas
    URL curta
    213

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump afirmou em uma entrevista que seu país poderia aderir novamente ao Acordo do Clima de Paris.

    Trump voltou a demostrar seu cepticismo quanto ao aquecimento global. "As camadas de gelo [nos polos] iriam derreter, mas estão em níveis recorde", assegurou o mandatório em entrevista ao canal britânico ITV sem argumentar sua ideia.

    Quando questionado sobre a decisão de sair do Acordo do Clima de Paris, Donalld Trump afirmou que era um "desastre" para os interesses da sua nação. No entanto, ainda é possível que EUA vão aderir de novo ao acordo, para alcançar "bons negócios" para os Estados Unidos.

    Ao mesmo tempo, Trump diz que outra razão pela qual poderia aderir novamente ao acordo climático é sua pessoal empatia em relação ao presidente francês Emmanuel Macron.

    As criticas de Trump em meio às teorias de alterações climáticas continuam desde sua companha eleitoral. Em entrevistas anteriores, o mandatório estadunidense expressou seu desejo de sentir "um pouco esse aquecimento global", referindo-se às baixas temperaturas que afetaram grande parte da costa ocidental dos EUA no fim do ano passado.

    Mais:

    Trump diz ter 'muitos problemas com a União Europeia' e reclama de tratamento injusto
    Trump promete transformar os EUA no maior parceiro comercial do Reino Unido pós-Brexit
    'Não sou feminista': 'revelação' sobre Trump vira piada nas redes sociais
    Museu oferece vaso sanitário de ouro usado para Trump
    Tags:
    frio, adesão, aquecimento global, mudanças climáticas, Acordo de Paris, Emmanuel Macron, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar