20:47 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente norte-americano Donald Trump antes de embarcar no avião Air Force One

    Senador norte-americano compara Trump com Stalin

    © REUTERS / Kevin Lamarque
    Américas
    URL curta
    421
    Nos siga no

    Jeff Flake, senador republicano do Arizona, comparou o presidente dos EUA, Donald Trump, com o ex-líder soviético Josef Stalin, por causa das críticas contínuas do líder norte-americano em relação à mídia do seu país.

    Em especial, Flake fez uma referência ao tweet em que há algum tempo Trump usou a expressão "inimigos do povo" para falar sobre tais mídias como o The New York Times, NBC, ABC, CBS e CNN.

    ​A comparação do chefe da Casa Branca com o ex-líder soviético é parte do discurso que Flake pronunciará perante o Senado na próxima semana, mas a que o canal NBC News teve acesso em 14 de janeiro. A mídia e as redes sociais norte-americanas estão agitadas pela notícia e a comparação se espalhou pela Internet.

    O tweet que Flake usa como base das suas críticas foi publicado pelo presidente em 18 de fevereiro de 2017 e diz: "Mídia falsa, como o The New York Times, NBC, ABC, CBS, CNN não é meu inimigo, é inimigo do povo norte-americano".

    ​A frase tinha sido usada por Stalin com o propósito de aniquilar os indivíduos que não estavam de acordo com o líder soviético, explicou Flake.

    Jeff Flake é um dos críticos mais ferozes de Trump nas fileiras dos republicanos, mas, por sua vez, foi censurado pela hipocrisia nas suas críticas por continuar a trabalhar com o presidente. Por exemplo, Flake votou pela confirmação de todos os juízes nomeados por Donald Trump.

    Mais:

    Trump tenta se esquivar da polêmica sobre imigrantes: 'não sou racista'
    'Russofobia': Trump adotará nova doutrina para uso e desenvolvimento de armas nucleares
    Quem é vencedor da situação: Trump ou Kim Jong-un?
    Tags:
    republicanos, crítica, povo, inimigo, mídia, Josef Stalin, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar