13:30 16 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Lançamento do míssil balístico intercontinental norte-coreano Hwasong-15

    Gafe: moradores do Havaí recebem notificação falsa sobre ameaça de míssil

    © AP Photo / KCNA
    Américas
    URL curta
    1446

    Uma mensagem informando sobre uma ameaça de míssil balístico para o Estado estadunidense do Havaí foi enviada erroneamente aos residentes locais, informou o Comando do Pacífico dos EUA em um tweet neste sábado.

    No início do dia, por volta das 8h10 (horário local), um alerta de emergência que dizia "ameaça de míssil balístico entrando para o Havaí. Procure abrigo imediato. Isso não é um exercício", foi enviado para os celulares dos residentes locais.

    A Agência de Gerenciamento de Emergência do Havaí viabilizou que havia ameaça cerca de 10 minutos depois. Mas um alerta revisado foi enviado depois, afirmando que não houve ameaça em algum momento depois disso.

    O porta-voz da agência, Richard Repoza, confirmou que foi um alarme falso e a agência está tentando determinar o que aconteceu. Segundo a rede de televisão CNN, o erro teria ocorrido em uma troca de turno, quando alguém teria acionado um botão por engano.

    O incidente levou as agências de defesa, incluindo o Pentágono e o Comando do Pacífico dos EUA, a emitir a mesma declaração, que "não detectaram nenhuma ameaça de mísseis balísticos ao Havaí".

    "O Comando do Pacífico dos EUA não detectou nenhuma ameaça de mísseis balísticos para o Havaí. A mensagem anterior foi enviada por erro. O Estado do Havaí enviará uma mensagem de correção o mais breve possível", disse o tweet do comando.

    O alerta de emergência também foi negado pela congressista do Havaí, Tulsi Gabbard.

    "HAWAII - ESTE É UM ALARME FALSO. NÃO HÁ NENHUM MÍSSIL VINDO AO HAVAÍ. CONFIRMEI COM AUTORIDADES NÃO HÁ AMEAÇA", Gabbard escreveu via Twitter.

    A Casa Branca disse que o presidente Donald Trump, que está na Flórida, foi informado sobre o alerta falso. A porta-voz da Casa Branca, Lindsay Walters, disse que "era puramente um exercício estatal".

    Em dezembro, o Estado do Havaí testou seu sistema de alerta nuclear pela primeira vez desde o fim da Guerra Fria. A principal ameaça atual estaria representada pelos mísseis balísticos da Coreia do Norte.

    Mais:

    Ameaça da Coreia do Norte coloca Havaí em alerta de possível ataque nuclear
    Como Havaí se prepara para conter a ameaça de Pyongyang?
    EUA realizam lançamento de míssil balístico de médio alcance da costa do Havaí
    Tags:
    míssil balístico, ameaça nuclear, gafe, alarme falso, Tulsi Gabbard, Richard Repoza, Donald Trump, Havaí, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik