09:13 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Protestos se alastram pelo Irã (34)
    506
    Nos siga no

    A Casa Branca emitiu uma declaração em que condena as prisões durante recentes protestos no Irã, prometendo responsabilizar Teerã pela "repressão".

    Os Estados Unidos pediram ao Irã que libere todos os prisioneiros políticos, incluindo os que foram enviados à prisão por protestar nas últimas semanas, informou a Casa Branca em um comunicado na quarta-feira.

    "Os Estados Unidos pedem a libertação imediata de todos os prisioneiros políticos no Irã", diz o comunicado. "Não manteremos o silêncio enquanto a ditadura iraniana reprime os direitos básicos de seus cidadãos e responsabilizaremos os líderes do Irã por quaisquer violações", completa.

    Os protestos contra o governo entraram em erupção recentemente em várias grandes cidades do Irã, incluindo Teerã, Mashhad, Isfahan e Rasht. Manifestantes contrários ao presidente iraniano Hassan Rouhani foram às ruas contra desemprego, a pobreza e o aumento do custo de vida. Cerca de 42 mil iranianos participaram dos comícios, de acordo com o ministro do Interior, Abdolreza Rahmani Fazli. 450 pessoas foram detidas e 20 morreram.

    O líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, disse anteriormente que as manifestações foram o resultado de um esquema norte-americano. Veículos de mídia já tinham destacado como o aumento dos protestos coincidem com a explosão de notícias falsas postadas aparentemente da Califórnia.

    Tema:
    Protestos se alastram pelo Irã (34)
    Tags:
    Abdolreza Rahmani Fazli, Hassan Rouhani, Estados Unidos, Rasht, Irã, Califórnia, Teerã, Mashhad
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar