18:53 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Caça norte-americano da quinta geração F-35

    Caça norte-americano F-35 começou a 'se desfazer' durante voo (FOTOS)

    © AP Photo/ Ross D. Franklin
    Américas
    URL curta
    292610

    A Força Aérea dos Estados Unidos reconheceu que um de seus caças da quinta geração F-35, baseados no Japão, perdeu uma peça da fuselagem durante um voo, informa a edição Defense News.

    O incidente teve lugar na quinta-feira (30) passada, durante manobras de treinamento a leste de Okinawa. Primeiro, a mídia japonesa comunicou sobre o incidente, contudo, a Força Aérea norte-americana confirmou estas informações apenas na segunda-feira (4), comenta a edição.

    ​A falta de um elemento de fuselagem do avião líder, com o tamanho aproximado de 30x60 cm, foi notada pelo piloto do avião número dois durante a aterrissagem. Os caças passaram por verificações antes de decolar. Sendo assim, os militares sugerem que a peça se teria desprendido durante o voo. Por enquanto, não se sabe se a peça pode ou não ser substituída ser prejudicar à segurança de voos.

    O avião F-35 Lightning II é o segundo caça da quinta geração de produção em série dos EUA após o F-22 Raptor. O programa de produção dos F-35 custou aos EUA aproximadamente US$ 1,5 trilhões (R$ 4,8 trilhões). Os aviões são criticados com muita frequência, inclusive por parte do presidente dos EUA, Donald Trump. Anteriormente, várias falhas técnicas foram reportadas. Em outubro, os representantes da Força Aérea norte-americana comunicaram que muitos pilotos dos F-35 tinham sintomas de hipóxia, em novembro o Pentágono foi forçado a adiar a entrega dos caças F-35 por 30 dias ao descobrir sinais de corrosão em algumas partes do avião.

    Mais:

    Aviões de combate F-35 compartilham segredos de Estado noruegueses com os EUA
    Sempre com azar: Noruega recebe caças F-35, mas surge novo problema
    F-35 de Israel deve entrar em operação em dezembro
    Tags:
    falha, caça, avião, F-35, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik