05:17 24 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Usina nuclear em Rostov na Rússia

    Especialista dos EUA teme que material nuclear da Rússia caia na mão de terroristas

    © Sputnik/ Grigoriy Sisoev
    Américas
    URL curta
    71340016

    A frieza nas relações entre os Estados Unidos e a Rússia aumenta o risco de que os materiais nucleares caiam nas mãos de terroristas e nações hostis, avaliou o diretor sênior do Conselho de Segurança Nacional para Armas de Destruição em Massa e Proliferação, Christopher Ford, ao Instituto Hudson.

    "A retirada da Rússia de quase todos os aspectos da cooperação bilateral na obtenção de material nuclear pode resultar em uma redução da segurança em certas instalações no vasto e extensivo complexo nuclear da Rússia", afirmou a Ford nesta terça-feira.

    "Moscou precisará comprometer importantes recursos financeiros e humanos para manter uma segurança adequada com sua infraestrutura nuclear", emendou.

    A decisão da Rússia de boicotar a quarta cúpula nuclear organizada pelo ex-presidente estadunidense Barack Obama, em 2016, ilustrou a ausência de cooperação em questões nucleares com os Estados Unidos, uma pedra angular da cooperação com Moscou desde os últimos dias da Guerra Fria.

    Sem a Rússia, os Estados Unidos continuam a trabalhar bilateralmente e multilateralmente com outros governos e com o setor privado para minimizar o acesso a materiais nucleares e radiológicos, disse a Ford.

    As ameaças terroristas existem em redes globais e material nuclear ou radiológico sensível adquirido em qualquer lugar pode ser usado contra interesses dos EUA tanto no país como no exterior, acrescentou a Ford.

    Mais:

    Que riscos corre Rússia com possível venda de S-400 para Arábia Saudita?
    3 em 1: por que Rússia se recusará a utilizar mísseis balísticos monoblocos?
    Mídia: existem pelo menos 3 áreas em que Rússia possui vantagem militar sobre EUA
    Tags:
    Guerra Fria, relações bilaterais, diplomacia, ameaça nuclear, arsenal nuclear, armas nucleares, Instituto Hudson, Barack Obama, Christopher Ford, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik