13:49 19 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Cristina Kirchner

    Ela está de volta: Cristina Kirchner é eleita para uma vaga no Senado argentino

    © Foto: Unidad Ciudadana/ Fotos Públicas
    Américas
    URL curta
    882

    Concorrendo pela província de Buenos Aires, a ex-presidente Cristina Kirchner agora vai para o Legislativo. Com 98% dos votos apurados, o candidato governista Esteban Bullrich liderou o pleito com 41,35 % dos votos, seguido da própria Kirchner com 37,27 % e 11,33 %, de Sergio Massa, completando a lista de eleitos.

    Os candidatos da Frente Justicialista e Frente da Esquerda dos Trabalhadores (FIT) — Florencio Randazzo e Néstor Pitrola — ficaram com 5,30% e 4,75% dos votos, respectivamente.

    Entre os deputados, em Buenos Aires também lidera o partido de Macri, Cambiemos, com um total de 42,15% dos votos, seguido da Unidad Ciudadana, que obteve 36,26%. O Cambiemos se impôs na maioria das províncias argentinas e conduz em Córdoba, Mendoza, Corrientes, Chaco, Entre Rios, Jujuy, La Rioja, Neuquén, Salta, Santa Cruz e Santa Fé. Na Cidade Autônoma de Buenos Aires também lidera a aliança oficial "Vamos Juntos".

    Falando sobre os resultados da votação, Kirchner destacou o crescimento da Unidad Ciudadana enquanto "o resto das forças da oposição não resistiu ao avanço do partido no poder".

    "Conseguimos aumentar votos, fomos capazes de crescer, mesmo que tenhamos enfrentado a concentração de poder mais forte e sem precedentes que se tem lembrança desde a restauração da democracia", afirmou.

    Macri também comentou as apurações dizendo que "hoje, ganhou a certeza de que podemos mudar a história".

    "Hoje  não ganhou um grupo de candidatos, nem ganhou um partido. Hoje  ganhou a certeza de que podemos mudar a história, que podemos mudar a história para sempre", disse Mauricio Macri.

    Mais:

    Cristina Kirchner diz merecer Prêmio Nobel por contribuição à economia da Argentina
    Cristina Kirchner: um retorno ao melhor estilo do tango
    Tags:
    eleições na Argentina, Frente da Esquerda dos Trabalhadores, Frente Justicialista, Unidad Ciudadana, Cambiemos, Néstor Pitrola, Florencio Randazzo, Esteban Bullrich, Mauricio Macri, Cristina Kirchner, Santa Fé, Salta, Chaco, Corrientes, Mendoza, Neuquén, Jujuy, Córdoba, Santa Cruz, Entre Rios, La Rioja, Buenos Aires, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik