17:24 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    A representante permanente dos EUA junto à ONU Nikki Haley

    Haley: 'Se EUA tiverem de se defender, a Coreia do Norte será destruída'

    © REUTERS/ Stephanie Keith
    Américas
    URL curta
    1558321723

    A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, afirmou neste domingo que a Coreia do Norte será "destruída" se continuar com o seu comportamento imprudente, em referência aos recentes testes militares conduzidos por Pyongyang.

    Em entrevista à rede de TV estadunidense CNN, Haley reforçou que o Conselho de Segurança da ONU já tomou todas as medidas possíveis contra o governo de Kim Jong-un, como havia dito mais cedo em uma entrevista na Casa Branca.

    "Estávamos sendo responsáveis ao tentar usar todas as possibilidades diplomáticas que pudéssemos usar", disse ela. "Se isso não funcionar, [o secretário de Defesa dos EUA, Jim], Mattis vai cuidar disso".

    A embaixadora norte-americana destacou também que o país possui “muitas opções militares” para lidar com a Coreia do Norte e que o presidente estadunidense Donald Trump não fez ameaças vazias em agosto, quando prometeu responder com “fogo e fúria” às provocações de Pyongyang.

    "Todos sabemos que, basicamente, se a Coreia do Norte continuar com esse comportamento imprudente, se os Estados Unidos tiverem que se defender ou defender seus aliados de qualquer forma, a Coreia do Norte será destruída", acrescentou. "Nenhum de nós quer isso. Nenhum de nós quer guerra".

    Na semana passada, o Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade novas sanções contra a Coreia do Norte, em resposta ao sexto e mais poderoso teste nuclear conduzido pelo governo norte-coreano em 3 de setembro.

    Porém, três dias depois, Pyongyang lançou outro míssil balístico sobre o Japão, desafiando as chamadas internacionais para parar seu programa nuclear e de mísseis. O governo de Kim Jong-un já avisou ter como objetivo uma equiparação ao poderio militar e nuclear dos EUA.

    Mais:

    Analista político: 'Sanções contra a Coreia do Norte podem despertar risco ainda maior'
    Será que Coreia do Norte afinal não está pronta para atacar Guam?
    Trump: Elaboramos versões eficazes de uso da força contra Coreia do Norte
    Tags:
    ameaça nuclear, segurança, defesa, Hwasong-12, guerra nuclear, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Kim Jong-un, Donald Trump, James Mattis, Nikki Haley, Pyongyang, Coreia do Norte, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik