09:00 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1322612
    Nos siga no

    O furacão Irma, que se espera que atinja as costas dos EUA, vai "devastar" o país, informou na sexta (08) o chefe da Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA em inglês).

    O chefe da FEMA Brock Long comunicou durante uma coletiva de imprensa que o furacão vai deixar o território da Flórida sem eletricidade durante muito tempo, acrescentando que mais de 100 mil habitantes vão precisar de abrigo.

    "O furacão Irma continua sendo uma ameaça que vai devastar os EUA na Flórida ou em vários outros estados do sudeste", precisou Brock Long.

    Os responsáveis oficiais estaduais da Flórida já apelaram aos residentes que se dirijam para os abrigos e obedeçam às ordens de evacuação: mais de 100 mil pessoas foram orientadas para abandonarem o condado de Miami-Dade.

    O furacão Irma, uma tempestade de categoria 5, devastou as ilhas do leste do Caribe na quarta (06) se dirigindo para a Flórida, deixando um rastro de destruição no seu caminho, especialmente em Anguila, nas Ilhas Virgens Britânicas, em Barbuda e nas ilhas Turcas e Caicos.

    ​De acordo com a informação, o furacão Irma pode provocar a maior evacuação em massa na história dos EUA: o condado de Miami-Dade e os condados vizinhos de Broward e Palm Beach têm cerca de 6 milhões de habitantes.

    Mais:

    Arrasadas pelo Irma, Ilhas Virgens americanas desviaram fundos para pagamentos de seguro
    ONU: furacão Irma afetará 37 milhões de pessoas
    Tags:
    danos, abrigo, evacuação, furacão, destruição, ameaça, tempestade, Furacão Irma, Caribe, Flórida, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar