06:09 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestante de extrema direita em Charlottesville

    Autoridades de Charlottesville autorizaram a polícia a restringir o movimento na cidade

    © AP Photo/ Steve Helber
    Américas
    URL curta
    Violentos ataques de neonazistas em Charlottesville (23)
    813

    O Departamento de Polícia de Charlottesville informou que o Conselho Municipal de Charlottesville habilitou o chefe da polícia local a restringir a circulação e o movimento de pessoas e de veículos na cidade, após os violentos confrontos entre manifestantes na cidade neste sábado.

    O conselho da cidade de Charlottesville autorizou o chefe da polícia local a restringir a reunião e o movimento de pessoas e de veículos na cidade, após violentos confrontos provocados por uma manifestação de extrema-direita na cidade, informou o Departamento de Polícia de Charlottesville em um comunicado neste domingo.

    No sábado, Charlottesville foi palco de uma grande manifestação de nacionalistas de extrema-direita, que acabaram entrando em confronto com a população local e manifestantes antifascistas. De acordo com as autoridades locais, três pessoas morreram na cidade. O governador do estado norte-americano da Virgínia, Terry McAuliffe, decretou estado de emergência em Charlottesville.

    "O Conselho da Cidade de Charlottesville votou por unanimidade para autorizar o chefe de polícia de Charlottesville, Al Thomas, a regular, restringir ou proibir qualquer ajuntamento de pessoas, ou a locomoção de pessoas ou de veículos em qualquer rua pública, calçada, ponto de acesso, parque ou outro local público, da forma que ele considerar necessário para proteger a cidade de Charlottesville", diz o comunicado.

    O prefeito de Charlottesville, Mike Signer, também afirmou, em uma declaração, que "a decisão do conselho de conceder ao chefe [da polícia] Thomas a autoridade de estabelecer um toque de recolher, conforme considerar apropriado, foi tomada com toda cautela".

    "Fizemos isso tendo plena confiança no chefe Thomas e na sua capacidade de aplicação da lei regional", explicou Singer.

    A manifestação de extrema direita em Charlottesville foi realizada em protesto contra a remoção de uma estátua em homenagem ao general Confederado Robert E. Lee do parque central da cidade. A manifestação foi duramente condenada tanto pelo governador McAuliffe e pelas autoridades locais, quanto pelo presidente norte-americano Donald Trump.

    Tema:
    Violentos ataques de neonazistas em Charlottesville (23)

    Mais:

    Atropelamento de antifascistas em Charlottesville está sendo investigado como homicídio
    Helicóptero da polícia cai em Charlottesville
    Confirmada morte em confronto entre neonazistas e antifascistas na Virgínia
    Tags:
    restrição, extrema direita, manifestação, EUA, Charlottesville
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik