18:53 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Planeta Marte

    NASA capta novas imagens das nuvens de Marte em detalhes (FOTO)

    © Foto / Pixabay
    Américas
    URL curta
    132
    Nos siga no

    Com linhas finas e delgadas, nuvens recheadas de cristais de gelo microscópicos semelhantes aos que temos na Terra compõem os céus do planeta Marte, como mostram a mais recente sequência de imagens captadas pela sonda espacial Curiosity Mars, na NASA.

    No mês em que completa cinco anos em solo marciano, a sonda fez a captação das melhores imagens a aproximadamente cinco graus ao sul de uma linha imaginária do Equador no Planeta Vermelho, de acordo com dados da agência espacial dos Estados Unidos.

    As imagens foram captadas pela Câmera de Navegação da sonda, que tirou dois conjuntos de oito imagens em uma manhã marciana, em julho deste ano. Em uma série de captações, a câmera ficou virada quase inteiramente para cima. Na segunda, apontou para o horizonte sul. Ao longo do dia, porém, não foram vistas nuvens no céu marciano.

    “É provável que as nuvens sejam compostas por cristais de gelo de água que se condensam em grãos de poeira onde está frio na atmosfera”, explicou John Moores, membro da equipe responsável pela sonda, da universidade canadense de York.

    “As linhas [de cristais de gelo] são criadas à medida que os cristais caem e se evaporam em padrões conhecidos como ‘raios de outono’ ou ‘caudas de maré’. Enquanto a sonda não tem como verificar a altitude dessas nuvens, na Terra, tais nuvens se formam em alta altitude”, emendou.

    Segundo a NASA, a órbita elíptica de Marte faz com que a distância do planeta em relação ao Sol varie mais do que a Terra. Em anos marcianos anteriores, um cinturão de nuvens apareceu perto do Equador local na mesma época em que Marte estava no seu momento mais distante do Sol. As novas imagens de nuvens foram tiradas cerca de dois meses antes desse ponto mais distante da órbita, relativamente cedo na temporada para a aparência deste cinto de nuvem.

    A sonda Curiosity Mars vem investigando as condições ambientais do Marte, tanto do presente quanto do passado, desde que desembarcou no Planeta Vermelho, em 5 de agosto de 2012.

    Mais:

    NASA detecta 'larvas' em uma cratera de Marte (FOTO)
    China planeja criar seu próprio 'Marte'
    Adeus a Marte: SpaceX pode desistir de colonizar Planeta Vermelho
    Tags:
    sonda espacial, Curiosity Mars, nuvens, SOL, Via Láctea, espaço, Universidade de York (Canadá), NASA, John Moores, Canadá, Estados Unidos, Espaço, Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar