12:49 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O presidente eleito dos EUA, Donald Trump (foto de arquivo)

    Trump: Coreia do Norte deve se organizar ou terá problemas

    Joe Hong/AP
    Américas
    URL curta
    352862812

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a alertar a Coreia do Norte nesta quinta-feira. Segundo ele, o país asiático “deve se organizar” ou terá problemas “como poucas nações já tiveram” no mundo.

    O aviso de que a Coreia do Norte experimentaria “fogo e fúria e poder de um jeito que o mundo nunca viu” pode não ter sido suficientemente duro, disse Trump.

    O presidente dos EUA acrescentou que o governo comunista em Pyongyang deveria ficar “muito, muito nervoso”, se eles agirem para atacar os EUA ou seus aliados em lugares como Guam.

    "Se a Coreia do Norte fizer qualquer coisa em termos de até pensar em ataques de alguém que gostamos ou representamos, ou nossos aliados ou nós, eles devem ficar muito, muito nervosos. Porque coisas acontecerão com eles, como nunca pensaram ser possíveis. Ok?", comentou.

    Trump ainda aproveitou para apontar como Pequim pode e deve fazer mais para acabar com a busca da Coreia do Norte pelo desenvolvimento do seu programa nuclear.

    “O que eles vem fazendo, sem serem punidos, é uma tragédia”, disse Trump, observando como a busca pela Coreia do Norte do míssil balístico armado nuclear vem ocorrendo por 25 anos sob presidentes anteriores dos EUA.

    Ainda de acordo com o presidente estadunidense, não há no momento planos para um ataque preventivo contra o regime de Kim Jong-un.

    "Nós não falamos sobre isso. Nós nunca fazemos. Nós sempre consideraremos as negociações, mas eles estão negociando agora por 25 anos", comentou, deixando aberta a possibilidade de dialogar com o país asiático.

    O republicano elogiou ainda os votos favoráveis de Rússia e China às mais recentes sanções aplicadas contra Pyongyang pelo Conselho de Segurança da ONU.

    Mais:

    Pentágono espera o ataque: EUA constroem muros em torno de suas bases na Coreia do Sul
    14 minutos é tempo suficiente para Coreia do Norte atacar território dos EUA
    Especialista adverte sobre ataque preventivo dos EUA contra Coreia do Norte
    Tags:
    sanções econômicas, diplomacia, política, guerra, Conselho de Segurança da ONU, Donald Trump, Kim Jong-un, Estados Unidos, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik