03:16 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    General aposentado da Infantaria da Marinha e Secretário de Defesa norte-americano, James Mattis

    Pare ou destrua o seu povo: secretário dos EUA manda recado à Coreia do Norte

    © REUTERS / Mike Blake
    Américas
    URL curta
    33611
    Nos siga no

    A Coreia do Norte deveria pôr um fim na sua busca pelo desenvolvimento de armas nucleares, sob pena do líder Kim Jong-un “destruir o regime e o seu povo”, informou nesta quarta-feira o secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, em um comunicado.

    “Kim Jong-un deve atender à voz unificada do Conselho de Segurança da ONU, e declarações de governos de todo o mundo, que concordam que a RPDC [Coreia do Norte] representa uma ameaça para a segurança e estabilidade global”, disse Mattis. “A RPDC deve escolher parar de isolar-se e suspender a busca por armas nucleares”.

    O secretário de Defesa dos EUA pediu a Pyongyang que cessasse qualquer ação que levaria “ao fim de seu regime e a destruição de seu povo”. Além disso, ele reforçou que o país asiático seria “enormemente” superado em um possível conflito militar.

    “As ações do regime da RPDC continuarão a ser extremamente incompatíveis com a nossa e perderiam qualquer corrida de armamentos ou conflito que ela iniciasse. Os Estados Unidos e nossos aliados têm as capacidades demonstradas e o compromisso inquestionável de se defender de um ataque”, disse Mattis.

    O secretário de Defesa acrescentou que os militares dos EUA e dos aliados agora têm “as capacidades defensivas e ofensivas mais precisas, ensaiadas e robustas na Terra”. Mattis ressaltou ainda que o Departamento de Estado está fazendo todos os esforços para resolver o problema por meios diplomáticos.

    Na terça-feira, o presidente Donald Trump advertiu a Cor’ia do Norte para não fazer mais ameaças contra os Estados Unidos ou Pyongyang enfrentará “fogo e fúria” como o mundo nunca viu.

    A declaração de Trump ocorreu quando a mídia informou que a inteligência dos EUA avaliou que a Coreia do Norte produziu uma ogiva nuclear miniaturizada.

    Após a declaração de Trump, a Coreia do Norte anunciou que estava considerando ataques de mísseis contra a ilha de Guam, no Oceano Pacífico, onde várias bases militares dos EUA estão localizadas.

    Mais:

    Opinião: China se prepara para diferentes cenários da crise na península da Coreia
    Secretário de Estado dos EUA: 'Coreia do Norte não representa ameaça imediata'
    'Fogo e fúria': o que pode desencadear uma guerra nuclear na península da Coreia?
    Tags:
    defesa, segurança, diplomacia, guerra da coreia, Pentágono, Donald Trump, Kim Jong-un, James Mattis, Coreia do Norte, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar