11:17 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldado norte-americano no campo de papoilas no Afeganistão

    Política de drogas de Obama fracassou e aumentou em 40% as mortes induzidas por tóxicos

    © AFP 2017/ Massoud HOSSAINI
    Américas
    URL curta
    410

    Um relatório da Escritório de Prestação de Contas do Governo revela que nenhum dos objetivos gerais da Estratégia Nacional de Controle de Drogas dos EUA de Barack Obama foi totalmente alcançado.

    Nenhum dos objetivos gerais na Estratégia Nacional de Controle de Drogas dos EUA do presidente Barack Obama foi totalmente alcançado e as mortes induzidas por drogas aumentaram de mais de 40%, de 2009 a 2015, o Escritório de Prestação de Contas do Governo (GAO) informou em um relatório.

    "O Governo Federal fez um progresso misto para alcançar os objetivos articulados na Estratégia Nacional de Controle de Drogas 2010", afirmou o relatório na quarta-feira. "Nenhum dos objetivos gerais da Estratégia foi totalmente alcançado".

    Não foram feitos progressos no objetivo de reduzir as mortes induzidas por drogas em 15% e as mortes induzidas por drogas aumentaram de 41,5% de 2009 até 2015.

    "De acordo com o ONDCP [Escritório de Política Nacional de Controle de Drogas] a partir de julho de 2017, o trabalho está atualmente em andamento para desenvolver uma nova estratégia", afirmou o relatório.

    Mais:

    Xerife americano propõe usar 'superbomba' contra carteis de drogas mexicanos
    Narcos 2.0: Novo cartel de drogas estreia no México ao estilo do Daesh
    Obama comuta penas de 214 condenados por crimes relacionados a drogas
    Tags:
    Instituto Nacional de Abuso de Drogas, ONDCP, Escritório de Política Nacional de Controle de Drogas, Escritório de Prestação de Contas do Governo, GAO, Barack Obama, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik