11:22 17 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento de míssil Standard Missile (SM-3) pelo USS Decatur (DDG 73), um destróier da classe Arleigh Burke equipado com o sistema de combate Aegis e operando no Pacífico, em 22 de junho de 2007

    Teste falho: míssil americano SM-3 não consegue destruir 'alvo norte-coreano'

    © AFP 2019 / Marinha dos EUA
    Américas
    URL curta
    33323

    A defesa antimíssil norte-americana deixou a desejar ao falhar em teste de míssil por causa de um erro de um operador, comunica o Rossiyskaya Gazeta.

    Trata-se do teste fracassado do míssil SM-3 Aegis, que foi realizado no dia 22 de junho perto do Havaí, informa o Rossiyskaya Gazeta

    Lançamento do Standard Missile-3 (SM-3)
    Lançamento do Standard Missile-3 (SM-3)

    O míssil interceptor, lançado do destróier John Paul Jones, não conseguiu alcançar o seu alvo, que simulava um míssil balístico norte-coreano.

    De acordo com dados do jornal russo, o operador, que estava controlando o voo do míssil, cometeu um erro gravíssimo ao indicar o alvo balístico como "amigável", o que levou à destruição do míssil norte-americano. 

    A Agência de Defesa Antimíssil dos EUA não comentou a informação. Segundo ela, há muito que investigar ainda, acrescentando que o fracasso do teste não está ligado a defeitos do míssil ou do sistema Aegis.

    "Apesar de continuarmos investigando as causas, o mau estado do interceptor SM-3 Block IIA ou do Aegis foi retirado da lista das possíveis razões", declarou o diretor da agência, tenente-general Samuel Greaves. 

    O SM-3 foi testado pela quarta vez perto do Havaí e lançado pela segunda vez do navio. Os outros testes do sistema foram bem-sucedidos. 

    Mais:

    EUA e Japão preparam produção de mísseis interceptores SM-3
    Pentágono: Sistema AEGIS existe para conter Oriente Médio, não a Rússia
    Tags:
    investigação, erro, fracasso, teste, lançamento, míssil, SM-3, Havaí, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar