07:10 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    423
    Nos siga no

    A embaixada dos EUA na Venezuela recomendou aos seus cidadãos no país armazenar água e alimentos durante os próximos dias.

    Manifestante em Caracas
    © Foto / REUTERS/Andres Martinez Casares
    Nesta semana, a oposição venezuelana pretende realizar mais uma série de protestos, às vésperas das eleições para a Constituinte Nacional, agendadas para o próximo dia 30 de julho. Na quarta e quinta-feira, a oposição prometeu realizar uma greve geral de dois dias. A embaixada norte-americana recomentou aos cidadãos dos EUA evitar as manifestações e acompanhar o desenrolar dos acontecimentos. 

    "Recomendamos a adoção de medidas preparatórias adequadas, incluindo armazenamento de alimentos e de água para um período de 72 horas", informa o comunicado da representação diplomática. 

    Em março, o Supremo Tribunal venezuelano decidiu restringir o poder da Assembleia Nacional do país. A decisão foi imediatamente revertida, mas os apoiadores do parlamento controlado pela oposição passaram a exigir a demissão dos membros do Supremo Tribunal e inciaram uma série de violentos protestos no início de abril. Os protestos, que já duram quase quatro meses, já provocaram a morte de quase 100 pessoas.

    Mais:

    Tentativa de criação de governo paralelo na Venezuela põe em risco toda a região
    Tiroteio deixa morto e feridos durante votação na Venezuela
    Venezuela: violência aumenta com a aproximação da Constituinte (VÍDEO)
    Candidato à Constituinte de Maduro é assassinado na Venezuela
    Explosão deixa ao menos sete militares feridos na Venezuela (VÍDEO)
    Multidão atacou o Congresso da Venezuela
    Número de vítimas mortais durante manifestações na Venezuela sobe para 91
    Tags:
    alerta, oposição, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar